Categoria: Saúde

Maconha e Saúde Sexual Masculina

A maconha ajuda ou prejudica o desempenho sexual masculino? Existem adeptos dos dois lados. Alguns homens dizem que a droga aumenta sua experiência. Outros dizem que piora o sexo.

Mas quais são os efeitos a longo prazo da maconha sobre a saúde sexual masculina?

A maconha é uma das substâncias mais comumente usadas nos Estados Unidos, de acordo com o Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas. Se você é um homem usando maconha, aqui estão algumas coisas que você deve considerar:

Disfunção erétil

maconha causa impotencia

No início deste ano, o Journal of Sexual Medicine publicou um estudo sugerindo uma ligação entre a maconha e a disfunção erétil.

Para entender esse link, é útil entender como a maconha afeta o cérebro. O ingrediente ativo da maconha é o tetraidrocanabinol, ou THC. Quando uma pessoa usa maconha, o THC interage com proteínas do cérebro chamadas receptores canabinoides. Essa interação prejudica a função cerebral da pessoa.

Pesquisadores descobriram que os receptores canabinoides também estão presentes no tecido peniano. Eles sugerem que a interação com o THC também prejudica a função peniana (possivelmente causando disfunção erétil), e dificultanto o crescimento do pênis, embora mais estudos sejam recomendados.

Problemas com o orgasmo

Pesquisadores da Universidade La Trobe entrevistaram 8.656 homens e mulheres australianos entre 16 e 64 anos. O objetivo era descobrir como o uso de maconha afetou os resultados sexuais, incluindo o número de parceiros sexuais, uso de preservativos, infecções sexualmente transmissíveis (DSTs) e problemas sexuais.

No estudo, homens que usavam maconha todos os dias tinham quatro vezes mais chances de ter problemas para atingir o orgasmo do que os homens que não usavam. Além disso, homens que usavam maconha todos os dias tinham três vezes mais probabilidade de experimentar ejaculação precoce do que os homens que não o faziam.

Outros usuários diários do sexo masculino disseram que atingiram o orgasmo muito lentamente.

Câncer de testículo

De acordo com o Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas, o número de novos casos de câncer testicular nos Estados Unidos quase dobrou nos últimos 50 anos. Durante esse período, o número de pessoas que afirmam ter usado maconha pelo menos uma vez também aumentou substancialmente. Isso levou pesquisadores do Centro Médico do Hospital Infantil de Cincinnati, do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson e da Universidade de Washington a investigar uma possível ligação.

Estudos anteriores mostraram que os receptores canabinoides foram encontrados nos testículos, o que poderia interagir com o THC.

Pesquisadores entrevistaram 369 homens com câncer testicular e 979 sem a doença. Todos os homens viviam no estado de Washington.

Aproximadamente 70% dos homens em cada grupo disseram ter usado maconha pelo menos uma vez. Os pesquisadores descobriram que:

  • Os homens com câncer testicular tinham 70% mais chances de serem usuários de maconha.
  • Se os homens começaram a usar maconha antes dos 18 anos, suas chances de desenvolver câncer testicular foram de 80%, comparados aos não usuários.
  • Os homens que usavam maconha pelo menos uma vez por semana eram duas vezes mais propensos a desenvolver câncer testicular do que os não usuários.

Também preocupante foi o tipo de câncer testicular diagnosticado. Existem duas categorias de câncer testicular: os não-seminomas e os seminomas. Os não-seminomas são mais comuns em homens jovens. Eles também se movem mais rapidamente e têm menores taxas de sobrevivência.

Os pesquisadores descobriram uma ligação particular entre o uso de maconha e os não-mamomas.

Os autores do estudo pensaram que talvez a exposição a longo prazo à maconha, especialmente durante a puberdade, também tenha desempenhado um papel significativo. No entanto, eles também notaram que mais pesquisas devem ser feitas.

Fertilidade

A maconha também pode afetar a fertilidade de um homem. Mais especificamente, o THC dificulta a capacidade das células espermáticas de nadar para um óvulo. E, se o espermatozoide atingir o óvulo, será mais difícil fertilizá-lo.

Quando espermatozoides saudáveis ​​são liberados, eles não começam a nadar em direção ao óvulo imediatamente. Em vez disso, eles vão com o fluxo do sêmen até que estejam mais próximos do ovo. Então a natação começa em um processo chamado hiperativação.

Mas o esperma sob a influência da maconha começa a nadar imediatamente. O resultado? Muitos se cansam e não alcançam o ovo.

Aqueles que alcançam o óvulo têm menor probabilidade de fertilizá-lo. Isso ocorre porque o THC dificulta sua capacidade de liberar enzimas necessárias para atravessar a parede da célula do óvulo. 

Pesquisadores da Queen’s University, na Irlanda, testaram espermatozoides que foram tratados com THC em um laboratório. Em sua amostra, até 30% dos espermatozoides não liberaram as enzimas necessárias.

A maconha também pode causar problemas de fertilidade para as mulheres. Se uma mulher usa maconha, o THC pode viajar para seu útero, colo do útero, vagina e fluidos vaginais. Os espermatozoides que entram em contato com o THC da mulher se comportam muito como os espermatozoides de um homem que usa maconha.

Portanto, casais que querem engravidar são aconselhados a evitar o uso de maconha.

Opinião

Se você está experimentando disfunção erétil ou problemas com o orgasmo, considere sua ingestão de maconha. E se você tiver preocupações sobre câncer testicular ou fertilidade, fale com seu médico.

Para saber mais, visite https://tratandoimpotencia.pro

Puberdade no homem: 6 mudanças físicas e emocionais

Revisamos as principais alterações físicas, emocionais e psicológicas da puberdade nos homens.

A puberdade masculina é caracterizada por alterações físicas, emocionais e psicológicas, como aumento do volume muscular, aparecimento de pelos em muitas partes do corpo ou maior probabilidade de comportamento agressivo e de risco, em muitos casos.

Em seguida, vamos falar sobre as principais mudanças típicas da puberdade no homem . Como veremos, e embora existam diferenças significativas entre as mudanças que ocorrem em homens e mulheres no estágio adolescente, muitas delas são compartilhadas entre os dois sexos ou mantêm uma equivalência clara.

Puberdade no homem: 6 mudanças físicas, emocionais e psicológicas

Entre as principais alterações que ocorrem no corpo do sexo masculino na puberdade e adolescência são o desenvolvimento dos órgãos genitais e o resto da fertilidade do sistema reprodutivo, o aumento da massa muscular e ósseo ou o crescimento do cabelo por todo o corpo muito mais intensa do que a que é típica da puberdade feminina.

1. Desenvolvimento do sistema reprodutivo

O crescimento dos testículos é o primeiro sinal da puberdade masculina ; o termo que é usado para se referir a este fenômeno é “gonadarquia” e geralmente precede a puberdade em si mesmo em cerca de um ano – isto é, ao resto das mudanças características dessa etapa.

Alterações no sistema reprodutivo incluem o início da produção de espermatozóides pelos testículos, o que indica a chegada da fertilidade no homem, assim como o crescimento do pênis, a retração do prepúcio e o aparecimento de ereções regulares. Essas mudanças estão relacionadas aos efeitos da testosterona e do restante dos hormônios sexuais masculinos.

2. Aumento da massa corporal

Uma das principais características sexuais secundárias masculinas é o aumento acentuado da massa muscular e óssea , comparado com o das mulheres durante a puberdade e a adolescência.

Em contraste, as mulheres tendem a acumular uma proporção maior de gordura corporal após a puberdade. Essas mudanças também estão relacionadas às diferenças na forma do corpo masculino e feminino, que se manifestam mais claramente na adolescência.

3. Aparência do cabelo em todo o corpo

Os pêlos pubianos masculinos geralmente aparecem primeiro na base do pênis, enquanto pouco mais de um ano depois a região pubiana começa a ser preenchida. Posteriormente, o crescimento dos pêlos pubianos se estende para as coxas, virilha e abdômen.

No resto do corpo dos homens também cresce mais cabelo após a puberdade. Os pelos faciais, axilares, perianais, do tronco e dos membros tendem a ser muito mais espessos nos machos do que nas fêmeas.

4. Mudanças na voz

Os efeitos dos andrógenos (hormônios sexuais masculinos) fazem com que as cordas vocais e a laringe se desenvolvam em ambos os sexos, embora essa mudança seja mais intensa nos homens por causa de seus níveis mais elevados de andrógenos . Isso faz com que a voz dos homens tenda a ser mais séria e profunda do que a das mulheres.

As mudanças no tamanho da laringe que ocorrem nos machos durante a puberdade também são a causa do crescimento da noz; Antes desse estágio, o pescoço das crianças e das meninas tem uma aparência muito semelhante a esse respeito.

5. Possível desenvolvimento dos seios

Embora o crescimento da mama seja primariamente uma característica sexual feminina, alguns homens também desenvolvem seios em algum grau durante a puberdade. Isto é devido aos efeitos do estrogênio no corpo; Com efeito, os hormônios sexuais masculinos e femininos estão presentes em ambos os sexos, embora em graus diferentes.

Esse fenômeno é conhecido como “ginecomastia” (especialmente nos casos em que tem um componente patológico) e tende a desaparecer durante a adolescência ou após esse estágio, embora em alguns casos permaneça mesmo na idade adulta.

6. Alterações emocionais e psicológicas

Embora até poucos anos atrás os dados sugerissem que a puberdade precoce poderia ser positiva para adolescentes do sexo masculino (já que foi associada em estudos com maior maturidade mental e com capacidade de liderança mais acentuada), nos últimos anos ele observa com mais frequência uma aparência de comportamentos agressivos e arriscados, incluindo o consumo de álcool e outras drogas .

Em contraste, os adolescentes que demoram mais para “se tornarem homens” tendem a ter baixa autoestima e menor sucesso social. Nestes casos, os sintomas relacionados à ansiedade e depressão são mais prováveis.

Os 10 Melhores hospitais de São Paulo

Ao fazermos a aquisição de um plano de saúde, o mínimo que esperamos que sejamos bem atendidos por ótimos médicos em bons hospitais. Porém, sabemos que a saúde é um item que está bem precário e em segundo plano para nossos governantes, inclusive nos planos particulares.

Através dos planos de saúde e de suas operadoras, temos a oportunidade de desfrutar de excelentes hospitais com maravilhosos médicos. Assim, temos toda segurança para realizar as nossas consultas, exames e internações sem gastar nada além das mensalidades.

Nesse texto mostraremos os 10 melhores hospitais de São Paulo referências no Brasil através desse guia saúde que preparamos pra você.

Os 10 Melhores hospitais de São Paulo

1 – Hospital Alemão Oswaldo Cruz

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz foi primeiro no Brasil a receber a condecoração europeia de excelência. Isso fez com que ele se tornasse uma referencia nacional em diversas áreas, especialmente na área de oncologia.

Por esse motivo que o Hospital Alemão Oswaldo Cruz foi colocado em primeiro lugar no nosso guia saúde.

 

2 – Hospital Beneficência Portuguesa

Fundada no ano de 1859, o Hospital Beneficência Portuguesa atualmente é o maior hospital da América Latina em questão de número de leitos. O hospital possui nada menos do que 1.000 leitos, 3.000 médicos e mais de 7.000 colaboradores.

O hospital chega a ser referência nacional em atendimento médico-hospitalar nas especialidades de Cardiologia, Neurologia, Oncologia, dentre outras, somando 1 milhão e 800 mil atendimentos anuais.

 

3 – Hospital Samaritano

O Hospital Samaritano é visto como um dos melhores hospitais da América Latina.

Completou 50 anos de fundação em 2017 e possui alta tecnologia para atender seus pacientes em todos os exames e cirurgias.

Hoje é muito procurado pelo enorme sucesso que o mesmo obtém em suas cirurgias de transplantes.

 

4 – Hospital Israelita Albert Einstein

Conhecido pelo atendimento médico de diversos famosos, o Hospital Albert Einstein possui um Centro de Excelência em Cirurgia Robótica devido a alta tecnologia que o mesmo possui.

Desde 1994 o hospital vem colecionando diversas certificações, totalizando 14, todas internacionais.

 

5 – Hospital Sírio Libanês

O Hospital Sírio Libanês também é muito conhecido por ter pessoas famosas e políticos como seus pacientes que, ao saírem de lá, qualificam muito bem o atendimento desde a faxineira até o diretor.

Esse hospital com certeza não poderia faltar nessa lista pois é referencia em São Paulo e em diversos estados no tratamento de diversas especialidades, dentre elas, o câncer.

 

6 – Hospital São Luiz

O Hospital São Luiz tem como referencia suas maternidades em todas as suas unidades. Com mais de 70 anos de existência, o hospital atende padrões internacionais de qualidade e, por esse motivo, todos os seus colaboradores estão sempre em constante reciclagem de conhecimento.

 

7 – Hospital Santa Isabel

O Hospital Santa Isabel tem por missão promover uma assistência de excelência aos seus pacientes, através de seu ambiente acolhedor, oferecendo segurança e eficiência em todos os procedimentos.

 

8 – Hospital São Camilo

Fundado por um padre religioso camiliano Inocente Radrizzani, o Hospital São Camilo não poderia ficar de fora nessa nossa lista. O hospital tem como princípio a valorização e o respeito da saúde e da vida.

Hoje conta com 3 unidades e um total de mais de 760 leitos, contando com cerca de 5 mil colaboradores que sempre estão dispostos a fazer com que a qualidade dos serviços realizados no hospital sejam referencia tanto na cidade de São Paulo como no Brasil.

 

9 – Hospital Santa Catarina

Quando se pensa em tecnologia hospitalar, logo aparece na nossa lista o Hospital Santa Catarina. Isso porque o hospital tem uma enorme preocupação com o bem-estar de seus pacientes, usando a tecnologia à seu favor.

O hospital tem como diferencial seu site, onde é possível ver em tempo real, qual é o tempo médio de espera para ser atendido nos diversos setores.

 

10 – Hospital Vitória

Por fim e, não menos importante em nossa lista, temos o Hospital e Maternidade Vitória.

O lema do hospital é o respeito sempre com o paciente pois, se ele está ali é porque alguma ajuda ele foi buscar.

Com isso já podemos até imaginar o motivo desse hospital fazer parte dessa nossa lista Os 10 melhores hospitais de São Paulo.

Você sabe o que os esteróides fazem no seu cabelo?

Os esteróides anabólicos são usados por muitas pessoas para aumentar a massa muscular, incuso quando eles não aumentam a força muscular, no entanto, as implicações de tais compostos são múltiplas, incluindo a perda de cabelo.

O que os esteróides contêm?

Os esteróides são substâncias sintéticas derivadas da testosterona, hormona presente mais em homens mais substâncias conhecidas para utilização como anabólica são  nandrolona , o oximetolona , o metenolona ou estanozolol.

Embora possam ser usados ​​na medicina para tratar certas condições de saúde, eles devem sempre ser usados ​​sob prescrição médica e nas doses recomendadas. O uso deste tipo de substância para fins estéticos pode levar a sérios problemas de saúde.

Como eles afetam sua saúde?

Os efeitos colaterais dos esteróides anabolizantes variam de acne, a transtornos mentais, como psicose, doenças cardiovasculares, problemas de próstata, doenças do sangue e alopecia.
Promovem a perda de cabelo?

Sim, essas substâncias sintéticas aceleram o ciclo capilar, encurtando a vida do folículo piloso, responsável pela sua regeneração e causando alopécia androgenética (a variante da calvície em que os hormônios intervêm).
No caso de pretender a reparar os danos causados por esteróides em seu folículo piloso, o melhor que você visita um transplante de cabelo, uma solução definitiva para este problema e você pode desfrutar de cabelo exuberante e saudável por muito tempo. Se você quiser saber mais sobre este tratamento definitivo.

Nem tudo que você esfrega na sua cabeça é bom para a calvície

calvice-masculina

Shampoos, loções, vitaminas, ampolas … o mercado de produtos para cabelo que usa o efeito anti-queda como uma reivindicação é cada vez mais extenso. Não em vão, a perda de cabelo é uma questão estética que é muito preocupante para os homens e, especialmente, para as mulheres. Quem não recua quando vê que há mais cabelo no pincel, no travesseiro ou no chuveiro?

A primeira coisa é não se alarmar. Que o cabelo caia é normal, o mais preocupante é que não se regenera. “O problema surge quando há uma desproporção entre a queda de cabelo e nascendo, ou quando o cabelo novo não tem a mesma qualidade que caiu”, explica o Dr. Julio Cesar Yoshimura

Em muitos casos, geralmente corremos para comprar o xampu ou o complexo de vitaminas para parar o que achamos que terminará na tragédia do cabelo. Mas até que ponto eles funcionam?

O termo” xampu anti-cabelo “não deixa de ser uma alegação comercial. Eles não têm efeito comprovado na perda de cabelo. Um bom exemplo dessa ineficácia é o famoso shampoo de cavalo “, disse o Dr. Alejandro Camps

No caso de loções e vitaminas, pode ajudar a controlar a queda se for devido a situações de estresse ou falta de um nutriente como o ferro, “desde que o cabelo seja saudável”, qualifica o especialista.

Se o que temos é um problema de alopecia androgenética (calvície comum) os únicos tratamentos com eficácia comprovada para travar a perda são minoxidil 5% (loção) e finasterida (tratamento oral), adquirida em farmácias. O primeiro pode ser usado tanto por homens quanto por mulheres, mas o segundo não é recomendado para mulheres. “Para eles trabalharem, eles têm que ser usados ​​todos os dias pelo resto de suas vidas”, adverte o Dr. Camps.

Recomendações Correção de ginecomastia

Muito do sucesso de toda a cirurgia depende dos cuidados pós-operatórios.
O acompanhamento de instruções médicas é vital para alcançar os resultados que o médico e o paciente apresentaram.

É possível que o médico deixe uma cinta de bandagem de compressão que favoreça o rearranjo da pele.

Recomenda-se permanecer reclinado na posição semi-sentada. Dois travesseiros colocados atrás de você serão suficientes para lhe dar a inclinação que você precisa.

Informe imediatamente o seu médico se a ligadura ficar muito suja, se sentir aperto em qualquer uma das mamas operadas, se tiver febre, vermelhidão ou desconforto.
Com relação à cirurgia de correção de ginecomastia:

Toda cirurgia envolve a formação de cicatrizes.

A simetria dos seios está diretamente relacionada à condição preexistente dos seios. O cirurgião irá melhorar a posição e forma dos seios tentando manter o equilíbrio e a proporção.
O médico planeja e informa a técnica cirúrgica que empregará o paciente. No entanto, é possível que, no momento da cirurgia, considere a mudança da técnica de acordo com as condições encontradas na abordagem, a fim de melhorar os resultados.
Na redução do tamanho mamário, o paciente pode decidir aceitar um excesso de pele residual para evitar uma cicatriz mais extensa.

O cirurgião pode usar drenos.

ginecomastia

O paciente deve esperar pelo menos seis meses para ver resultados parciais e um ano para ver os resultados finais da cirurgia.

Na maioria dos casos, os pacientes aceitam bem a presença de cicatrizes em troca de uma aparência melhor e masculina de seus seios.

Em alguns casos, uma segunda intervenção pode ser necessária para melhorar os resultados.
Não é aconselhável realizar uma segunda operação até 6 meses a um ano desde a primeira operação, uma vez que os tecidos precisam de tempo suficiente para contrair e adaptar-se como resultado da cirurgia. Para saber se é necessário realizar alguma cirurgia complementar, o organismo deve ter tempo suficiente para se adaptar às mudanças.

Cuidado devo ter no pós-operatório de correção de ginecomastia

  • É possível que o médico deixe uma bandagem compressiva que favoreça o rearranjo da pele.
  • Os drenos, se houver, são removidos em 24 a 48 horas.
  • As suturas são removidas após duas semanas.
  • Você deve descansar pelas primeiras 48 horas.
  • Você receberá medicação antibiótica para prevenir o desenvolvimento de qualquer infecção, bem como medicação analgésica para controlar o desconforto pós-operatório.

Por favor, informe o cirurgião imediatamente se você desenvolver algum desconforto ou intolerância a qualquer um dos medicamentos prescritos.

Após a cirurgia e quando o médico descarregar você, você deve ir para casa e ter uma pessoa para cuidar de você durante os dias de sua convalescença.
Recomenda-se permanecer reclinado em uma posição semi-recuada. Dois travesseiros colocados atrás de você serão suficientes para lhe dar a inclinação que você precisa.

Sintomas que não devem ser ignorados na gravidez

Após os sintomas iniciais da gravidez, uma série de mudanças começam a acontecer no corpo da mulher. Enjoos, sono constante e um pouco de inchaço são naturais nessa fase, mas existem outros sintomas que não devem ser ignorados pela gestante.

Nos três primeiros meses de gravidez, a futura mamãe precisa ficar atenta a cólicas fortes e sangramentos vaginais. Esse é um dos principais sintomas de que há algum problema com a gestação e pode ser sinal um aborto espontâneo, portanto, é preciso fazer alguns exames para ver se está tudo bem.

A partir do segundo semestre o bebê corre menos riscos, mas é preciso tomar cuidado com as infecções – febre, contrações e secreção vaginal com odor forte podem ser sintomas de algum problema. Também é preciso procurar o médico e fazer alguns exames para diagnosticar as causas.

Nos últimos três meses de gestação é preciso continuar atenta aos sangramentos vaginais, além da secreção vaginal excessiva e a contrações que causem dor. É importante sempre buscar seu médico ao perceber esses sintomas, para garantir a segurança do bebê e da mãe.

Vale lembrar que os medicamentos podem causar danos aos bebês durante a gestação, por isso, não tome remédios sem a orientação direta de um médico.