Categoria: Saúde

O que avaliar ao contratar um plano de saúde e odontológico?

Existem alguns critérios a serem seguidos antes de contratar um plano de saúde e odontológico, de modo a garantir que sejam de qualidade e que apresentem um custo-benefício atrativo. 

Afinal, o plano e os cuidados se relacionam diretamente com o bem-estar geral, sendo importante para uma vida melhor e evitar que doenças surjam.

Saúde é algo sério e que demanda cuidado, não podendo ser negligenciado nas prioridades diárias. Por isso, é importante considerar formas de manter a saúde e os cuidados adequados com ela – como o suporte profissional e de operadoras de convênio para otimizar o acesso aos serviços de saúde.

Para isso, a avaliação dos planos existentes deve ser feita com atenção, de modo a identificar aquelas que atendem às necessidades, bem como os processos/burocracias necessários para uma contratação correta e que não traga impactos financeiros ao possível beneficiário.

Isso porque, os convênios ainda apresentam tarifas que precisam ser consideradas, mas oferecem diversas vantagens quando comparados a outros formatos de acesso à assistência de saúde.

Ao considerar, por exemplo, situações emergenciais, como um acidente, em que é necessária uma internação ou uma intervenção cirúrgica, um plano de saúde será muito útil, efetivo e acessível.

Além disso, o convênio médico cobre os serviços rotineiros hospitalares, ambulatoriais, consultas e exames de rotina. 

Se o convênio for bem escolhido, haverá uma economia considerável e uma maior garantia na estabilidade de saúde pessoal e até familiar, o que trará tranquilidade para a rotina e atividades realizadas, visto que as pessoas terão mais segurança.

O mesmo vale para quem deseja realizar a contratação do plano odontologico de forma individual.

Veja também – A Importância de uma alimentação saudável para os seus dentes

Afinal, independentemente de ser um convênio coletivo pessoal ou empresarial, ou mesmo o modelo individual, todos os pacotes são obrigados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) a cobrir os custos de um atendimento emergencial, principalmente se houver a necessidade de uma intervenção cirúrgica não considerando o período de carência.

Quando o convenio odontologico é adquirido junto a empresa, outras vantagens podem ser consideradas, como a possibilidade de adesão mútua; ou seja, do convênio médico e odontológico simultaneamente, o que também reduz os custos visto o maior número de vidas cobertas.

No entanto, pode ser mais compensatório financeiramente se for contratado um plano médico que venha com o incluso.

Ter um vínculo com uma operadora de serviço médico e odontológico garante, portanto:

  • Maior estabilidade;
  • Maior tranquilidade;
  • Melhor custo-benefício;
  • Serviço de qualidade para cuidar da saúde;
  • Acesso dos dependentes a uma assistência de qualidade.

Para contribuir na escolha de um convênio médico e odontológico, este artigo separou algumas dicas para que o beneficiário invista no melhor plano possível para suprir suas necessidades.

Possibilidade de abrangência e adesão de dependentes

Uma das principais vantagens em se ter um convênio é poder contar com a possibilidade de incluir membros da família, cônjuge, filhos, pai ou mãe, ou até mesmo irmãos para terem acesso a serviços médicos e odontológicos.

Tal fator contribui para oferecer ainda mais tranquilidade ao beneficiário, possibilitando que seus afazeres sejam feitos com mais eficiência e qualidade, já que pode concentrar a atenção nas atividades realizadas.

Inclusive, quem é colaborador de alguma empresa precisa verificar a disponibilidade de benefícios como o plano odontologico empresarial para uma adesão ainda mais facilitada e com vantagens complementares que possam existir.

Deste modo, pode-se alcançar mais segurança quanto a situações emergenciais para si e para os dependentes, permitindo que todos tenham acesso aos serviços dentais necessários para prevenir doenças e outros problemas da cavidade oral.

Durante a análise do convênio é importante definir qual será a modalidade contratada, se será familiar ou individual, pois a mudança no orçamento para cada um muda significativamente. 

Inclusive, as operadoras podem oferecer até descontos para planos maiores ou categorias/pacotes específicos. 

Quando se é beneficiário de alguma empresa que oferece o plano dental coletivo empresarial, por exemplo, é possível verificar a existência dos pacotes premiuns, que possibilitam procedimentos mais complexos, por custos mais reduzidos e – por vezes – até a coparticipação da empresa no valor pago mensalmente.

Preço

Um dos principais motivos que destacam a importância de aderir um convênio médico e odontológico está relacionado à economia proporcionada.

Afinal, consultas individuais e intervenções emergenciais, se forem pagas separadamente, apresentam custos elevados e sempre que os procedimentos forem necessários, demandando uma mudança orçamentária, enquanto o vínculo com alguma operadora que fornece o serviço é mais reduzido e feito de forma mensal, permitindo o acesso a diferentes tratamentos.

Recursos

Ao contratar um plano médico e odontológico, recursos avançados para atender os beneficiários também se tornam mais acessíveis, estando disponíveis nas clínicas para avaliação e tratamento.

Por isso, tanto o convênio dentário quanto o médico precisam oferecer alguns recursos e suportes extras aos beneficiários, otimizando o atendimento.

Exclusividade

Quando se assina um vínculo com um plano médico ou odontológico, reduz-se o tempo de espera para a marcação das consultas e a realização de exames/tratamentos. 

Além disso, o acompanhamento se torna mais facilitado, já que um profissional se torna o responsável pelo quadro e direcionamento a outros especialistas quando necessário, o que permite mais facilidade nos registros e agilidade nas consultas/processos.

Assim, é possível realizar exames e tratamentos que serão eficientes, pois serão acompanhados pelo profissional da área na frequência adequada. 

Avaliações

É importante sempre se atentar às avaliações de clientes anteriores, que já usufruíram do serviço para ver o que acharam, afinal, eles já tiveram uma experiência com a operadora e informam sobre os suportes prestados.

Assim, é importante salientar que existem diversas modalidades propostas pelas operadoras, como o plano dental para MEI, destinado aos microempreendedores, bem como planos familiares, coletivos, individuais e empresariais.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.

Saiba a importância de uma alimentação saudável para os seus dentes

Ter uma alimentação saudável vai além de comer apenas verduras e legumes ou seguir dietas restritivas, o que pode parecer extremo para muitos, mas diz respeito a oferecer ao organismo todos os nutrientes necessários para seu funcionamento, isso inclui variedade, qualidade e equilíbrio. 

Assim, é preciso ingerir durante o dia porções adequadas de proteínas, gorduras, carboidratos e fibras para garantir um funcionamento ideal do corpo, a resistência para o combate a vírus e bactérias, bem como a disposição durante a rotina. 

Isso significa, inclusive, que desde que consumidos com responsabilidade e consciência, mesmo aqueles produtos tidos como prejudiciais podem ser incluídos de alguma forma na dieta.

Na prática, uma alimentação saudável e rica em nutrientes previne e auxilia no controle de diversas doenças, como diabetes, obesidade e hipertensão, favorecendo um estilo de vida com muito mais qualidade e segurança.

Em contrapartida, alguns hábitos rotineiros podem ser vistos como grandes vilões para a saúde e, entre eles, está a má alimentação. 

A constante correria do dia a dia faz com que as pessoas busquem por alimentos práticos, enlatados e fast foods, colaborando cada vez mais com uma alimentação ruim e desregrada, o que impacta diretamente na saúde e disposição diária, facilitando – por exemplo – inflamações.

Além disso, existem outros fatores que contribuem para a má alimentação e, consequentemente, com o impacto na saúde e manifestação de diferentes quadros de saúde, como:

  • Uso excessivo de sal e açúcar;
  • Beber pouca água;
  • Não comer frutas, verduras e legumes;
  • Ficar muito tempo sem se alimentar.

Quais alimentos ajudam na saúde dos dentes?

Pensando nos inúmeros benefícios de uma alimentação saudável para o corpo, vale lembrar que esse equilíbrio também reflete na saúde e no cuidado dos nossos dentes e do sorriso. 

Assim, conhecer quais são os produtos que devem compor o cardápio diário se mostra essencial para a qualidade de vida e para facilitar sua inclusão nas refeições, proporcionando diferentes benefícios para o corpo.

Afinal, assim como alguns alimentos doces e refrigerantes podem contribuir para cárie e manchas, alguns são capazes de beneficiar seu sorriso, além de promover um clareamento dental de forma natural. Entenda:

Queijo

Comer queijo eleva o pH da boca, reduzindo o risco de cárie. Por ser um derivado do leite, esse produto apresenta um índice considerável de cálcio, proteínas e nutrientes que fortalecem o esmalte dos dentes, reduzindo os riscos de doenças.

Iogurte

Também rico em cálcio e proteína, ele fortalece o esmalte dos dentes e a gengiva, além de auxiliar na manutenção das bactérias boas presentes na flora por conta dos probióticos.

Folhas verdes

Ricas em vitaminas e minerais, as folhas verdes possuem vitamina B, melhorando a qualidade da gengiva de mulheres grávidas, assim como nos demais pacientes, evitando problemas futuros como a perda dentária.

Nesses casos, já existe um procedimento de qualidade para a reposição, consistindo na colocação de um implante dentário seguido da peça que representará o dente. No entanto, a prevenção ainda é a melhor forma de cuidado e de manutenção da saúde bucal.

Maçã

A maçã é rica em fibra e água, por conta disso sua textura estimula o fortalecimento da gengiva, além de ajudar a limpar os dentes após as refeições. 

Cenoura

Assim como a maçã, as cenouras estimulam a produção de saliva, evitando as cáries e regulando o pH da mucosa, além de serem ricas em vitamina A e fibra. 

Amêndoas

As amêndoas possuem baixo teor de açúcar e são excelentes fontes de cálcio e proteína, fortalecendo o esmalte dos dentes e evitando cáries. Além, é claro, de manter uma dieta equilibrada e um sorriso saudável. 

As oleaginosas são excelentes alimentos, contribuindo com o funcionamento de todo o corpo, ao passo que fortalece a estrutura dental e também promove sua higienização natural.

Vale lembrar que, além de uma alimentação saudável, a consulta frequente ao dentista é fundamental para evitar problemas odontológicos futuros. Afinal, além de preservar a cavidade, é possível reparar a estrutura e até realizar processos estéticos para melhorar ainda mais a beleza e saúde do sorriso. 

Exemplo disso é o desalinhamento dos dentes, fator comum na população devido a fatores genéticos e/ou maus hábitos durante a fase de desenvolvimento da arcada.

Esse problema pode ser identificado facilmente na consulta com o profissional e pode ser corrigido por meio do uso de um aparelho dental invisivel, o que também reduz o impacto do tratamento. 

Outra questão que também pode ser resolvida com a regularidade das consultas com um dentista são as pequenas falhas ou imperfeições nos dentes, como posições irregulares mais sutis da arcada dentária, manchas, desgastes, pequenos desalinhamentos ou pequenos espaços entre um dente e outro. 

Nesse caso, de modo a melhorar o dimensionamento e coloração da estrutura, os problemas podem ser resolvidos com a ajuda da lente de contato dental, que também pode ser indicada pelo profissional ou devido ao interesse manifestado pelo paciente para otimizar o sorriso. 

Em ambos os casos, uma alimentação correta também se mostra fundamental para preservar as estruturas, podendo demandar adequações no cardápio conforme as orientações do profissional.

Como manter uma alimentação saudável?

Sendo assim, para manter uma alimentação saudável, é preciso primeiramente mudar hábitos e crenças, substituindo alimentos que fazem mal por produtos mais naturais.

Além disso, é importante, para ainda mais qualidade de vida, adicionar exercícios físicos à sua rotina para um maior bem-estar geral. 

Algumas atividades devem ser inseridas para iniciar a mudança de forma saudável, como a adequação e regularidade das refeições, sendo o ideal ao menos três refeições completas ao dia, sendo elas o café da manhã, almoço e jantar. 

Posteriormente, dois lanches podem ser incluídos entre essas refeições e, nesse caso, é preciso priorizar produtos como frutas e alimentos naturais, incluindo verduras, legumes e frutas em todas as refeições, além de evitar o excesso de carboidrato e gorduras. 

 É preciso evitar também o consumo excessivo de refrigerantes, doces, sucos industrializados, bolos e biscoitos recheados, porque além de fazerem mal para o corpo, prejudicam também os dentes, como dito anteriormente, promovendo cáries e erosões.

  A quantidade de sal e açúcar nos alimentos também deve ser observada rigorosamente, além de diminuir o consumo de produtos embutidos e enlatados como salsicha, molhos, temperos prontos e presunto.

 É preciso atentar-se também ao consumo de pelo menos dois litros de água por dia, evitando a ingestão durante as refeições.

A higienização também deve ser mantida com regularidade, adequando os processos e produtos utilizados no caso de pacientes com  aparelho invisivel

Para isso, as orientações profissionais devem ser buscadas para identificação dos produtos complementares à rotina de limpeza.

Por fim, além da prática de atividade física por pelo menos 30 minutos todos os dias, indica-se a suspensão e/ou redução do uso de bebidas alcoólicas e cigarro. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.

Como os alimentos conseguem fortalecer os ossos e dentes?

Uma alimentação balanceada pode contribuir muito com o desenvolvimento e fortalecimento de todo o corpo, especialmente dos ossos, o que resulta também na capacidade de fortalecer os dentes.

Essas estruturas, por sua vez, desempenham funções importantes para o funcionamento do organismo. 

No caso dos ossos, por exemplo, exercem a sustentação, proteção dos órgãos internos, entre outros atributos igualmente importantes, sendo responsáveis pelo armazenamento e distribuição de minerais como o fósforo e o cálcio, que se tornam fundamentais para fortalecer os dentes.

Já a dentição, se mostra importante para a trituração dos alimentos, favorecendo a nutrição do corpo. Do mesmo modo, eles agem como uma barreira para o acesso ao corpo.

Ao contrário do que muitos acreditam, os dentes não são ossos, mas eles possuem uma composição bastante similar. 

A principal diferença entre os ossos e dentes é, entre outros, a produção sanguínea que acontece na parte interior dos ossos, em uma região conhecida como medula óssea. 

Ainda que a polpa dos dentes se assemelhe à parte interna dos ossos, ela não produz – diretamente – esse tipo de células sanguíneas. Contudo, a fortificação óssea pode beneficiar diretamente a saúde bucal.

Alimentação saudável para dentes e ossos fortes

Por se tratar de estruturas muito similares, o cuidado alimentar dedicado aos ossos pode beneficiar diretamente a tonificação dos dentes. 

Por exemplo, uma nutrição rica em cálcio é de extrema importância para a formação dos alicerces e manutenção óssea. 

Já os dentes, que são formados por um tecido conhecido como dentina, são bastante privilegiados pelo consumo do mineral, pois esta é uma área demasiadamente calcificada. 

Desta forma a ingestão adequada de alimentos específicos podem auxiliar na saúde de ambas as estruturas.

Além disso, o consumo de alimentos ricos em vitamina D são muito importantes para o auxílio de uma maior assimilação do cálcio pelo intestino e pelos tecidos mencionados, bem como pode auxiliar no processo com tratamento de aparelho transparente.

A vitamina D deve ser suplementada quando há o baixo índice no sangue, detectado por meio do exame, ou quando existe alguma deficiência na absorção do cálcio, causada por problemas na tireoide ou devido ao consumo de medicamentos corticoides, visto que são essenciais para o organismo como um todo.

O fósforo é encontrado nas membranas celulares de todo o corpo, realizando diversas tarefas diferentes. Ele auxilia na estruturação óssea e nos dentes, dando a eles a rigidez necessária.

Na verdade, o fósforo e o flúor são os principais minerais encontrados no esmalte dentário, sendo a parte mais superficial do dente e é conhecida por ser uma das regiões mais rígidas de todo o corpo.

Onde encontrar as vitaminas e minerais necessários

Se engana quem acredita que só é possível encontrar a suplementação deste tipo de vitaminas e minerais em medicamentos. 

Isso porque, a principal fonte destes nutrientes é encontrada na alimentação. Inclusive, a sua ingestão em quantidades adequadas pode auxiliar não apenas na saúde dos dentes, mas também na prevenção de doenças como:

  • Osteoporose;
  • Sarcopenia;
  • Raquitismo;
  • Problemas cardíacos;
  • Infertilidade;
  • Fraqueza nos ossos.

Alimentos como o brócolis, couve, espinafre e demais folhas escuras são ricos em cálcio e fósforo. 

Com isso, elas fortalecem a estrutura, auxiliam na prevenção de osteoporose, além de realizar a limpeza natural dos dentes e aumentar o fluxo salivar – o que é benéfico, pois dificulta a proliferação de bactérias causadoras de cáries.

Já os queijos e os demais laticínios são ricos em cálcio e caseína, responsáveis por reparar o esmalte dentário e neutralizar o ph da boca, deixando-a menos ácida e – consecutivamente – menos propensa à deterioração dos dentes.

A principal fonte alimentar de vitamina D são os peixes mais gordurosos e os cogumelos. 

No entanto, a quantidade do nutriente encontrado nesses pratos é muito baixa e o suplemento por meio de medicação pode causar seu excesso no organismo.

Essa vitamina é produzida naturalmente pelo corpo quando entramos em contato com o sol e não existe o risco da produção em demasia, neste caso. Sendo assim, a melhor fonte de vitamina D é o sol.

A alimentação também pode auxiliar com a aparência bucal. Frutas, como o morango fresco, são ricas em ácido málico e vitamina C. 

Essas vitaminas auxiliam no processo natural de clareamento dental e no combate ao acúmulo da placa bacteriana, preservando a estrutura dental de modo geral e manutencionando os procedimentos realizados com profissionais.

Procedimentos odontológicos favorecidos pela alimentação

Uma nutrição apropriada e balanceada pode auxiliar na realização de procedimentos odontológicos e na recuperação do paciente de diferentes maneiras.

Após a aplicação do implante dentário, por exemplo, alguns nutrientes podem ser essenciais para uma melhor adesão e recuperação.

Para se ter uma ideia, pacientes com problemas ósseos como a osteoporose podem realizar o implante normalmente, mas o procedimento pode ser dificultado uma vez que a prótese tem que ser fixada no osso do maxilar. 

Desta forma o dentista deverá realizar a colocação de forma diferenciada e a condição dos ossos deverá ser avaliada, já que pode retardar a recuperação pós-tratamento.

Evitar alimentos industrializados e processados, principalmente doces, também pode ter um impacto positivo quando o paciente faz uso do aparelho ortodôntico

Isso porque esse tipo de alimento pode aumentar a propensão ao desenvolvimento de cáries e demais inflamações quando a limpeza do dente já está naturalmente dificultada. 

Além disso, é possível diminuir o risco de quebra, o que poderia atrasar a conclusão do tratamento e o resultado obtido.

Por fim, o alto consumo de bebidas pigmentadas como o café e refrigerantes pode afetar a porcelana utilizada em procedimentos como o da lente de contato dental, por isso é necessário atenção em relação à frequência e a forma de realizar a higiene. 

Assim, mostra-se fundamental aliar uma refeição balanceada com os procedimentos médicos e hábitos adequados, o que inclui a higienização e até as consultas de rotina.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

3 Tipos de Psicologia

Psicologia da Saúde

Fatores biológicos, como bactérias e vírus, nem sempre são a única razão para o estado de saúde de uma pessoa. Na verdade, questões sociais e culturais podem influenciar o bem-estar de uma pessoa.

Considere o estresse, por exemplo. Pode ser causado por várias coisas diferentes, como trabalho, relacionamentos, finanças e luto, para citar alguns. Dependendo de como alguém lida com o estresse, ele pode ter um efeito significativamente negativo na saúde geral de alguém.

Alguém que está excessivamente estressado pode não ter apetite e aumentar o risco de problemas cardiovasculares. Comportamentos como tabagismo, consumo de álcool e uso de drogas também são ótimos exemplos de como certos hábitos podem resultar em consequências graves para a saúde , e um psicólogo social pode pesquisar os fatores de risco para esses tipos de atividades.

Além de examinar a relação entre o comportamento humano e o bem-estar, um psicólogo da saúde pode trabalhar com os pacientes para encontrar soluções para seus problemas. Semelhante a um psicólogo clínico, este é mais um dos tipos de psicologia que também mescla o campo com a medicina e pode encontrar trabalho nas mesmas funções.

Essa linha se assemelha muito aos princípios da psicologia organizacional.

Psicologia Educacional

Os psicólogos educacionais se dedicam ao estudo de comportamentos de aprendizagem e, portanto, são comumente encontrados em escolas para todas as idades, mas são principalmente conhecidos por trabalhar com indivíduos mais jovens.

Algumas áreas nas quais um psicólogo educacional pode estar interessado incluem alunos superdotados e aqueles com dificuldades de aprendizagem. Cada um tem diferentes maneiras de reter informações, e esses tipos de psicólogos tentarão entender seus métodos de aprendizagem.

Além disso, um psicólogo educacional pode ajudar a melhorar as experiências de aprendizagem dos alunos e melhorar seu resultado na escola.

Mesmo alunos superdotados e talentosos que naturalmente se destacam em acadêmicos, arte ou atletismo podem estar separados dos alunos em sua classe e requerem atenção especial. Tudo depende de quão adiantados eles estão em comparação com outros na mesma faixa etária.

Normalmente, frequentar a escola não é suficiente para estimular esses alunos , e programas especiais serão necessários. De acordo com a National Association for Gifted Students, uma “estrutura coordenada e abrangente de serviços formais e informais” é necessária para facilitar a aprendizagem dos superdotados.

Psicólogo do Consumidor

Não importa onde você resida no mundo, as compras e trocas de materiais são feitas constantemente e as pessoas têm certos hábitos de compra. Um psicólogo do consumidor estuda esses comportamentos específicos junto com o que os influencia. Por exemplo, se as pessoas preferem uma marca de refrigerante em vez de outra, querem saber por que isso acontece. As empresas podem empregar um desses para aprender sobre esses tipos de tendências para que possam atender melhor às necessidades do cliente.

As emoções também podem influenciar como e por que compramos coisas , e um psicólogo do consumidor pode estar interessado em comportamentos como terapia de varejo, que é o ato de comprar coisas para lidar com a negatividade e o estresse da vida.

De todos os tipos de psicologia, este é um dos subcampos mais antigos. No entanto, também está crescendo, especialmente com o surgimento do e-commerce.

Relacionado a isso, um psicólogo do consumidor pode querer entender por que algumas pessoas preferem fazer compras online em vez de pessoalmente ou vice-versa. Sendo um dos campos mais amplos, a psicologia permite que as pessoas se ramifiquem e se especializem em certas áreas que mais lhes interessam.

Esses são alguns dos principais tipos de psicologia com os quais alguém pode se envolver e tentar abordar questões específicas relacionadas ao comportamento e até mesmo ajudar as pessoas.

Conclusão

Quer você seja atraído pelo aspecto médico da psicologia clínica ou fascinado pela psicologia evolutiva, cada subcampo tem algo ótimo a oferecer e definitivamente vale a pena ser considerado. Uma vida verdadeiramente gratificante com relacionamentos enriquecedores é possível – tudo de que você precisa são as ferramentas certas. Dê o primeiro passo hoje.

Consulta Espiritual: o que é e como funciona?

Todo mundo quer ser feliz, não é mesmo? Mas as coisas não são tão fáceis assim. Em nosso dia a dia, vira e mexe, passamos por dificuldades que nos deixam chateados, com o coração apertado e com vontade de desistir de tudo.

E é justamente nesses momentos difíceis da vida que procuramos ajuda nas mais diversas alternativas. Uma delas é a Consulta Espiritual, que é uma das melhores maneiras de receber auxílio e acalmar nossos sentimentos.

Consulta Espiritual Online

Se você tem passado por brigas familiares, estresses e crise no relacionamento, a Consulta Espiritual Online pode te ajudar. 

Às vezes, as brigas na família, a perda do emprego, o cansaço excessivo e vários outros problemas são causados por influências negativas de espíritos pouco evoluídos na sua vida.

A Consulta Espiritual Online é o primeiro passo para tratar isso. 

Essa consulta nada mais é do que uma conversa com o plano espiritual, através de um médium, que, geralmente, usa de alguns artifícios, como cartas ou búzios, para se comunicar com os Orixás e Guias Espirituais.

Consulta Espiritual com Jogo de Búzios 

O melhor caminho para obter respostas para os seus problemas é fazendo uma Consulta Espiritual com Jogo de Búzios. Só assim você saberá melhor sobre o tipo de trabalho que deve ser feito e as perspectivas de sucesso que se pode esperar.

No Pai Antônio de Ogum, a Consulta Espiritual é realizada através do Jogo de Búzios. É feito o contato com entidades do bem e os Orixás, visando resolver problemas específicos e abrir caminhos para os clientes.

Consulta Espiritual para o amor

A Consulta Espiritual visa atender também às pessoas que estão em busca de respostas ou precisam de uma orientação na vida amorosa.

Ela é o primeiro passo para resolver, de uma vez por todas, todos os problemas que te aflige. Isso porque, através dela, você consegue descobrir se fizeram algum trabalho para você e por isso que sua vida não vai para frente.

Na hora da sua consulta, seja objetivo e pergunte ao Pai de Santo aquilo que deseja descobrir.  Por exemplo, se você está passando por problemas no seu relacionamento, você deve questionar se há influências espirituais em seu relacionamento.

Consulta Espiritual pelo Whatsapp

A Consulta Espiritual pelo Whatsapp funciona da mesma forma que a consulta presencial. A diferença é que ela é feita por meio de mensagens no aplicativo.

Nosso Espiritualista Pai Antônio de Ogum realizará a Consulta Espiritual pelo chat do aplicativo ao mesmo tempo em que se comunica com as Entidades de Luz. 

Ao longo da consulta, você poderá perguntar o que quiser sobre sua vida e tirar todas as suas dúvidas.

Ele também realiza Trabalhos Espirituais, principalmente para o Amor (como Amarração Amorosa, Adoçamento Amoroso, Casamento Espiritual) através do Jogo de Búzios e auxilia você seja qual for o seu problema.

Pai Antônio de Ogum vai te ajudar a resolver todos os problemas que anda rodeando a sua vida, livrando você de toda influência negativa.

Se você busca por um direcionamento, agende sua Consulta Espiritual Online pelo WhatsApp para que possamos te ajudar.

Cirurgia e tratamento pós-cirúrgico de Estenose Espinhal

Cirurgia Tradicional de Estenose Espinhal

Dependendo da natureza do seu distúrbio, uma das várias cirurgias pode ser selecionada ou nenhuma. Algumas variações de estenose respondem bem ao tratamento cirúrgico, enquanto outras não. A cirurgia tende a ser mais útil no tratamento de dores nas pernas do que nas costas, por exemplo.

O objetivo da cirurgia é aliviar a pressão das raízes nervosas, bem como tornar a coluna estável se ela se tornou instável devido ao deslocamento causado pelo distúrbio. Existem muitas variações de procedimentos cirúrgicos que são individualizados para o seu problema; o seguinte descreve os principais tipos de procedimentos cirúrgicos.

Discectomia / Discectomia Parcial

O objetivo desta cirurgia é impedir que um disco pressione os nervos espinhais e / ou raízes de neve, removendo todo ou parte de uma hérnia de disco.

Laminectomia

Uma forma de descompressão da coluna vertebral, a laminectomia se refere à remoção da seção arqueada da coluna vertebral chamada lâmina. Se você também tiver uma hérnia de disco, o disco também poderá ser removido durante esse processo. Esta cirurgia tem uma taxa de sucesso de cerca de 80% para estenose da coluna lombar.

Fusão espinhal

Às vezes, as vértebras instáveis se esfregam umas nas outras, causando agonia nas pernas, costas e braços. Se for esse o caso, pode ser realizada uma cirurgia que funde os ossos, tornando-os mais estáveis e evitando mais danos aos nervos.

Se você está considerando essa opção, é importante saber que raramente cura uma dor nas costas, que tende a responder melhor aos exercícios e à fisioterapia. No entanto, pode permitir que você volte a uma vida mais ativa, mesmo que não alivie completamente a dor.

A fusão pode assumir várias formas. Seus backbones podem ser fundidos com dispositivos de metal, ossos de um banco de ossos, ossos de outras partes do corpo ou com a ajuda de seu processo natural de cura. Depois que a fusão ocorre, a área é protegida por parafusos, ganchos, placas de metal, hastes ou gaiolas. Então, a espinha dorsal começará a cicatrizar, um processo que leva de três a seis meses.

Cirurgia Menos Invasiva

Você pode ser elegível para um tratamento cirúrgico menos invasivo, dependendo da avaliação de seus médicos.

Foraminotomia

O forame são aberturas que existem entre cada par de vértebras, do pescoço até a base da coluna. Essas aberturas são por onde saem as raízes nervosas da medula espinhal para retransmitir informações de todo o corpo de volta ao cérebro.

Em alguns casos, uma das aberturas pode se tornar muito pequena, o que pode causar compressão do cordão e do nervo. Isso pode exigir que um cirurgião o amplie. A foraminotomia é tipicamente uma cirurgia eletiva usada após intervenções não cirúrgicas já terem sido tentadas.

Distração do processo interespinhoso

Esta é uma cirurgia relativamente nova que usa espaçadores para fazer sua coluna simular uma posição sentada, mesmo quando você está em pé. Como sentar tende a aliviar a agonia desse distúrbio, esse procedimento pode ser eficaz para a pressão exercida sobre os nervos. Este procedimento pode ser feito apenas com anestésico local.

Embora acarrete menos risco do que uma cirurgia de grande porte, esse processo é novo, então os resultados não são conhecidos a longo prazo. Além disso, por ser novo, pode não estar coberto pelo seu seguro.

Cuidados posteriores após a cirurgia

A incisão cirúrgica deve ser mantida limpa e seca por uma semana após o procedimento. Banhos de esponja ou duchas são recomendados, desde que a área cirúrgica permaneça seca. Alguns pacientes acham que cobrir a área com filme plástico ajuda a conseguir isso.

Normalmente, é marcada uma consulta com o seu médico uma a duas semanas após a cirurgia. Durante essa consulta, o médico removerá quaisquer suturas ou grampos remanescentes do procedimento. Este também é um momento para você fazer perguntas e aprender com seu médico ou enfermeiro sobre a melhor maneira de cuidar do seu curativo. Como as cirurgias individuais variam, o conselho dado dependerá da cirurgia e da condição médica do paciente.

Existem alguns sinais de alerta que você deve estar ciente após a cirurgia. O hospital deve ser chamado imediatamente se sentir uma temperatura acima de 101 graus, se sentir dor forte e a medicação não ajudar, se sentir qualquer nova dormência nos pés ou nas mãos, se o local da cirurgia ficar vermelho ou inchar, ou se você percebe que a aparência, o cheiro ou a quantidade de drenagem da incisão mudou. Em geral, ligue se tiver alguma dúvida sobre sua cirurgia.

Retorno à atividade após o tratamento

Você deve ter um cuidado especial ao retornar às atividades no primeiro mês após a cirurgia. Durante a primeira semana, limite sua atividade a sentar, andar de carro e caminhar tranquilamente. Você não deve se curvar na cintura, nem se inclinar ou torcer. Se precisar se curvar, faça-o dobrando os joelhos em vez de as costas.

Sente-se apenas em cadeiras firmes e verticais, que não permitam que sua postura se curve ou tombe. Evite levantar objetos pequenos e, quando for absolutamente necessário, segure-os junto ao corpo.

Durante o primeiro mês, você será aconselhado a não jardinar ou fazer trabalhos domésticos. Jogging está definitivamente fora dos limites. Seu médico ou enfermeira também deve explicar como se levantar da cama para colocar o mínimo de estresse em sua coluna.

Uma vez que seu médico lhe deu o all-clear, você deve gradualmente voltar à atividade, um pouco de cada vez. Por exemplo, você pode fazer uma curta caminhada com muito descanso. Faça isso todos os dias e você poderá aumentar a distância um pouco, dia após dia.

Viver com estenose espinhal sem cirurgia

Existem muitos motivos pelos quais a cirurgia pode não ser a melhor opção para você. Você pode ter uma condição pré-existente que torna a cirurgia mais arriscada do que o normal, seu distúrbio pode não ter progredido a ponto de precisar de cirurgia ou você pode ter um tipo ou nível de gravidade que seria mal tratado por meio de processos cirúrgicos. Seja qual for o motivo, é importante saber que existem maneiras de aliviar sua dor e disfunção sem cirurgia.

A postura adequada é sempre uma boa ideia, mas com a estenose da coluna lombar assume uma importância totalmente nova. Observar uma boa postura se resume a prestar atenção em manter o alinhamento da coluna, seja em pé, sentado ou deitado. Isso ajuda as costas a manter o peso de maneira mais uniforme e pode ajudar a prevenir várias lesões nas vértebras. Aprender a dobrar e levantar com o mínimo de tensão nas costas também é útil para evitar mais lesões.

Além de prestar atenção à postura, a fisioterapia pode ajudá-lo a se movimentar novamente. Um fisioterapeuta qualificado pode oferecer insights sobre as melhores maneiras de se levantar, andar e se transportar, e ensiná-lo a fortalecer as costas e os grupos musculares correspondentes para que você possa viver com menos desconforto.

Reduzindo seu risco

A osteoartrite causa estenose espinhal lombar e quase todos têm osteoartrite – artrite óssea – nas costas quando chegam aos 50 anos. Portanto, prevenir o distúrbio não é realmente uma opção, já que resulta do processo natural de envelhecimento degenerativo.

No entanto, existem medidas que você pode seguir que podem ajudar a reduzir o risco. Estas dicas gerais para manter suas vértebras em bom estado de funcionamento podem ser benéficas para reduzir o risco de estenose da coluna lombar:

  • Pratique a postura adequada
  • Evite ganhar peso em excesso
  • Faça dos exercícios parte de sua rotina regular
  • Seguindo essas dicas, você terá costas mais fortes, carregando um fardo mais leve e bem distribuído.
  • E isso pode ajudar a preservar sua saúde no futuro.

Uma alimentação saudável beneficia a sua saúde e retira a sua dor enquanto lhe ajuda a emagrecer, assim como detox caps faz, um entre os melhores produtos para emagrecer de todo o mercado, limpando seu organismo de toxinas e oxidantes desnecessários enquanto diminui seu peso na balança.

E o melhor de tudo isso é que não existem efeitos colaterais, justamente por se tratar de um produto 100% natural. Vale a pena conhecer!

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Dores e Tratamentos feitos com a Acupuntura

Dor na região lombar

Uma das fontes mais comuns de dor crônica é sentida na região lombar. Para muitos, o tratamento da dor lombar (LBP) requer fisioterapia, remédios ou, no pior dos casos, cirurgia. As evidências de muitos ensaios clínicos que estudam o agulhamento tradicional para lombalgia são inconsistentes.

As diferentes descobertas de 16 estudos podem depender de o paciente sofrer de lombalgia aguda ou crônica. “Aguda” refere-se à dor que vem e vai e termina depois que uma lesão foi curada, enquanto “crônica” se refere à dor contínua que não desaparece depois que uma lesão foi curada. Os pesquisadores que compararam as várias revisões concluíram que a acupuntura melhora a dor e a função da parte inferior das costas.

No entanto, os pacientes que sofrem de lombalgia aguda responderam da mesma forma, independentemente de o tratamento com acupuntura ter sido realizado de forma precisa ou intencionalmente imprecisa para fins de teste.

Além disso, a acupuntura pode lhe ajudar a perder peso juntos a bons produtos para emagrecer e uma alimentação saudável.

Tensão e enxaqueca

As dores de cabeça são uma frustração frequente para muitas pessoas. Algumas pesquisas sugerem que o bordado cuidadoso pode fornecer alívio temporário e eficaz para dores de cabeça tensionais crônicas.

Quando se trata de enxaqueca, os pesquisadores concluíram que os tratamentos com agulha podem ser eficazes no tratamento de tais condições, mesmo se não forem colocados nos pontos de acupuntura adequados, e também mostram um efeito possivelmente mais forte do que a terapia medicamentosa convencional com menos efeitos colaterais.

Tratamento para fibromialgia

A fibromialgia é um tipo comum de dor crônica que causa dor e sensibilidade em todo o corpo. Ocorre cerca de quatro vezes mais frequentemente em mulheres do que em homens. Pelo menos 20% dos pacientes que sofrem de fibromialgia vão tentar agulhar como um tratamento para sua condição. Funciona?

Uma análise recente analisou nove ensaios para tentar responder a essa pergunta. Os pesquisadores determinaram que a evidência da eficácia do agulhamento é de baixa a moderada no tratamento da dor e rigidez da fibromialgia. Também concluiu que a prática é segura e que estudos maiores são necessários com base nas evidências disponíveis.

Tratamento da artrite reumatóide

A artrite reumatóide (AR) é uma causa comum de dor e inchaço nas articulações que pode tornar as atividades cotidianas difíceis, senão impossíveis. Infelizmente, o efeito da acupuntura na AR parece ser limitado ou inexistente, de acordo com um exame recente das evidências. Os pesquisadores analisaram dois estudos que descreveram como sendo de “qualidade baixa a média”.

Os estudos acompanharam 84 pessoas que sofriam de AR e procuraram redução da dor, do número de articulações inchadas e de melhorias em vários outros sintomas da doença. Embora os estudos parecessem ver uma melhora após o tratamento com acupuntura para dor no joelho, essa conclusão foi prejudicada pela má qualidade dos estudos.

Melhoria da síndrome do túnel do carpo

Quando os pacientes sofrem de síndrome do túnel do carpo (CTS), eles geralmente sentem dor e dormência nos dedos indicador e médio. A condição também torna o polegar mais fraco. A CTS é causada por um nervo do punho comprimido.

Então, a acupuntura ajuda a melhorar o CTS? A ciência permanece inconclusiva, de acordo com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos. O NIH descobriu que o agulhamento beneficia algumas pessoas, mas a eficácia exata não foi comprovada cientificamente.

Alívio do desconforto dentário

Estudos sugeriram que o tratamento com acupuntura pode aliviar a dor causada por cirurgia dentária e dentes arrancados, mas não parece importar se os pinos são colocados de acordo com a medicina tradicional chinesa.

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

O que é esclerose múltipla? Sintomas, causas e diagnóstico de EM

Diagnóstico de Esclerose Múltipla

A esclerose múltipla costuma ser difícil de diagnosticar, pois os sintomas são muito variados e podem se assemelhar a outras doenças. Muitas vezes, é diagnosticado por um processo de exclusão – isto é, pela exclusão de outras doenças neurológicas – de modo que o diagnóstico de EM pode levar de meses a anos. Um médico fará um histórico completo e exame neurológico, juntamente com testes para avaliar as funções mentais, emocionais e de linguagem, força, coordenação, equilíbrio, reflexos, marcha e visão.

Testes para ajudar a confirmar um diagnóstico de esclerose múltipla

  • Ressonância magnética
  • Teste eletrofisiológico
  • Exame do líquido cefalorraquidiano (punção lombar, punção lombar)
  • Testes de potencial evocado (PE)
  • Tomografia de coerência óptica (OCT)
  • Exames de sangue

Diagnóstico de esclerose múltipla e ressonâncias magnéticas

Uma das principais formas de diagnosticar a esclerose múltipla é uma ressonância magnética (ressonância magnética). As áreas características de desmielinização aparecerão como lesões em uma ressonância magnética. À esquerda está uma ressonância magnética do cérebro de um homem de 35 anos com esclerose múltipla recorrente-remitente que revela múltiplas lesões com alta intensidade de sinal T2 e uma grande lesão de substância branca. A imagem à direita mostra a medula espinhal cervical de uma mulher de 27 anos, representando uma desmielinização com esclerose múltipla e placa (ver seta).

Tratamento para esclerose múltipla

Existem vários aspectos no tratamento da esclerose múltipla.
  • Modificando a doença – existem vários medicamentos que podem reduzir a gravidade e a frequência das recidivas
  • Tratamento de exacerbações (ou ataques) com corticosteroides em altas doses
  • Gerenciando sintomas
  • Reabilitação para condicionamento físico e para gerenciar os níveis de energia
  • Suporte emocional

Tratamento medicamentoso para esclerose múltipla

O tratamento da esclerose múltipla pode incluir medicamentos para controlar ataques, sintomas ou ambos. Muitos medicamentos apresentam o risco de alguns efeitos colaterais, portanto os pacientes precisam controlar seu tratamento com seus médicos.

Corticosteroides para MS

Os corticosteróides são drogas que reduzem a inflamação no corpo e afetam a função do sistema imunológico. Eles são freqüentemente usados para gerenciar ataques de esclerose múltipla, mas podem ter vários efeitos colaterais.

Efeitos colaterais do uso de corticosteroides em curto prazo

  • Retenção de fluidos
  • Perda de potássio
  • Dor de estômago
  • Ganho de peso
  • Mudanças nas emoções

Efeitos colaterais do uso de corticosteroides em longo prazo

  • Osteoporose
  • Insuficiência adrenal
  • Psicose
  • Imunossupressão
  • Úlcera péptica
  • Pressão alta (hipertensão)
  • Insônia
  • Irregularidades menstruais
  • Acne
  • Atrofia da pele
  • Açúcar elevado no sangue
  • Aparência anormal da face (face Cushingóide)
  • Maior risco de infecção
  • Catarata

Tratamento medicamentoso para esclerose múltipla: medicamentos

Existem vários medicamentos aprovados para a modificação da doença, incluindo o seguinte:

Interferons para MS recorrente

  • Interferon beta-1b (Betaseron e Extavia)
  • Interferon beta-1a (Rebif)
  • Interferon beta-1a (Avonex)

Outros medicamentos aprovados para EM recorrente

  • Acetato de glatirâmero (Copaxone)
  • Natalizumab (Tysabri)
  • Mitoxantrona (Novantrona)
  • Fingolimod (Gilenya)
  • Teriflunomida (Aubagio)
  • Fumarato de dimetila (Tecfidera)

Tratamento de sintomas emocionais e físicos de EM

Muitos medicamentos são usados para tratar e controlar os sintomas associados à esclerose múltipla. Aqui estão alguns sintomas comuns de esclerose múltipla, seguidos pelos tratamentos médicos frequentemente usados para tratá-los.

Dificuldade (lentidão) para caminhar

  • Dalfampridina (Ampyra)

Espasticidade Muscular

  • Baclofen (Lioresal)
  • Tizanidina (Zanaflex)
  • Diazepam (Valium)
  • Clonazepam (Klonopin)
  • Dantrolene (Dantrium)

Fraqueza

  • Sem tratamento

Problemas oculares

  • Metilprednisolona (Solu-Medrol): Solu-Medrol é administrado por via intravenosa durante o ataque agudo, às vezes seguido de um corticosteroide oral.

Explosões emocionais

  • Vários antidepressivos

Fadiga

  • Amantadina (simetrel)
  • Modafinil (Provigil)

Tratamento de sintomas físicos de EM (continuação)

Continuando a partir do último slide, aqui estão alguns sintomas comuns de esclerose múltipla, seguidos por tratamentos médicos frequentemente usados para tratá-los.

Dor

  • AINEs : (Aspirina, Ibuprofeno, Acetaminofeno)
  • Anticonvulsivantes : Anticonvulsivantes como a carbamazepina (Tegretol) ou gabapentina (Neurontin) são usados para dores no rosto ou nos membros.
  • Antidepressivos : antidepressivos ou estimulação elétrica são usados para dor em pontadas, formigamento intenso e queimação.

Disfunção da bexiga

  • Antibióticos : os antibióticos são usados para controlar infecções
  • Vitamina C : a vitamina C e o suco de cranberry são usados para prevenir infecções
  • Oxibutinina (Ditropan) : Usado para disfunção da bexiga

Constipação

  • Isso geralmente é tratado com o aumento de fluidos e fibras na dieta.

Disfunção Sexual

  • Sildenafil (Viagra)
  • Tadalafil (Cialis)
  • Vardenafil (Levitra)
  • Papaverina
  • Géis vaginais

Tremores

Freqüentemente resistente ao tratamento. Às vezes, medicamentos ou cirurgia são usados se os tremores forem graves.

Pesquisa atual em MS

Houve muito progresso ao longo dos anos no tratamento da esclerose múltipla e há pesquisas em andamento para novas terapias. Existem vários novos caminhos de pesquisa atual. Os cientistas esperam encontrar mais associações entre estilo de vida e progressão da doença. Eles querem aprender maneiras de reparar e reverter os danos causados pela EM. E eles esperam aprender a causa final desta doença.

Fatos rápidos sobre MS

  • A esclerose múltipla (EM) é uma doença autoimune que danifica progressivamente os nervos do cérebro e da medula espinhal.
  • Qualquer função sensorial ou motora (muscular) no corpo pode ser afetada pelos nervos danificados pela EM.
  • A causa da esclerose múltipla é desconhecida, mas acredita-se que seja uma combinação de fatores genéticos, imunológicos, infecciosos e / ou ambientais.
Uma alimentação saudável e produtos para emagrecer beneficiam a sua saúde em geral enquanto lhe ajudam a emagrecer. E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje? Conte a nós, comente abaixo! Até a próxima!

O que é epilepsia? Sintomas, causas e tratamentos

O que é epilepsia?

A epilepsia é um grupo de doenças relacionadas nos sistemas elétricos do cérebro que se caracterizam por uma tendência a causar convulsões recorrentes. As convulsões causam mudanças no movimento, comportamento, sensação ou consciência, incluindo perda de consciência ou convulsões, que duram de alguns segundos a alguns minutos na maioria das pessoas. As convulsões podem ocorrer em crianças e adultos.

A epilepsia não é uma forma de doença mental ou disfunção intelectual.

Crises de Ausência

As crises de ausência produzem sintomas de desconexão dos estímulos circundantes; o paciente parece “ausente de seu corpo” e olha fixamente para o vazio por alguns segundos e então parece normal e não tem nenhuma memória do incidente. Esses tipos de convulsão podem começar por volta dos 4 a 14 anos; algumas pessoas podem ter muitos por dia. Algumas crianças e alguns adultos podem ter crises de ausência por anos antes de serem diagnosticadas, porque duram um período tão curto de tempo e os cuidadores ou parentes podem não notar as crises.

Convulsões tônicas clônicas generalizadas

Em contraste com as crises de ausência, as crises tônicas clônicas generalizadas (crises de grand mall) são facilmente reconhecidas. Essas crises geralmente começam com o enrijecimento dos braços e das pernas, seguido por movimentos bruscos dos membros. Muitas pessoas podem cair da posição ereta quando ocorre a convulsão; o controle da bexiga ou do intestino pode ser perdido e a pessoa pode morder a língua e / ou o tecido da bochecha.

As convulsões podem durar até cerca de três minutos, após os quais a pessoa pode sentir-se fraca e confusa. Convulsões clônicas tônicas que duram mais de cinco minutos constituem uma emergência médica – o 911 deve ser chamado.

Apreensões Parciais

Enquanto as crises tônicas clônicas geralmente envolvem todo o cérebro, as crises parciais envolvem apenas um lado do cérebro. As crises parciais podem ser classificadas como simples ou complexas. As crises simples geralmente envolvem uma única parte do cérebro, como a área motora, a área sensorial ou outras.

Os sintomas estão relacionados à área afetada; por exemplo, a área motora resultará em uma mudança na atividade motora, como um movimento brusco do dedo ou da mão, ou se na área sensorial, ouvir sons ou cheirar odores que não estão presentes.

As crises parciais complexas ocorrem no lobo frontal ou temporal com o cérebro e frequentemente envolvem outras áreas do cérebro que afetam o estado de alerta e consciência. Essas convulsões resultam em estados de devaneio e às vezes envolvem atividades incomuns, como pegar no ar como se algo estivesse lá, repetir palavras ou frases, rir,

Causas da epilepsia

A causa específica da epilepsia é desconhecida para cerca de metade de todos os pacientes epilépticos, de acordo com a Epilepsy Foundation. No entanto, há várias condições que podem resultar em epilepsia

  • defeitos de nascença
  • privação de oxigênio para o cérebro
  • golpes
  • ferimentos graves na cabeça
  • infecções cerebrais
  • alteração do tecido cerebral (por exemplo, doença de Alzheimer)

Epilepsia em Crianças

Algumas crianças que desenvolvem epilepsia podem superar a doença em alguns anos. No entanto, muitas crianças evitam as convulsões tomando medicamentos regularmente. Aproximadamente 70% a 80% das crianças podem controlar sua condição completamente com medicamentos.

Se o seu filho tiver convulsões que ainda ocorrem esporadicamente com a medicação, discuta a situação com a equipe da escola para que seu filho possa continuar com segurança a maioria das atividades em sala de aula.

A síndrome de Dravet é um tipo de epilepsia?

A síndrome de Dravet é uma doença convulsiva que começa antes de a criança completar 15 meses. Geralmente causado por um distúrbio genético, o Dravet produz convulsões em apenas uma metade do corpo, que podem mudar para a outra metade durante as convulsões subsequentes. Às vezes, mudanças repentinas de temperatura provocam essas convulsões.

Dravet é um tipo de epilepsia particularmente grave. Causa uma probabilidade 300% maior de morte precoce. Os medicamentos para Dravet incluem Epidiolex e Fenfluramina.

EEG

O diagnóstico de epilepsia começa com um histórico médico e exame físico, juntamente com uma história detalhada que descreve as crises do indivíduo. Além disso, outros testes como um EEG (eletroencefalograma) que registra a atividade elétrica do cérebro e / ou uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética do cérebro e exames de sangue também podem ser feitos.

Varredura do cérebro

As imagens de tomografia computadorizada ou ressonância magnética são úteis porque ajudam o médico a identificar certas causas de convulsões, como tumores ou coágulos sanguíneos, ou podem sugerir outras causas responsáveis pelas convulsões. Esses testes são considerados essenciais pela maioria dos médicos para ajudar a planejar como tratar o paciente individual.

Complicações da epilepsia

Embora a maioria das pessoas com epilepsia viva uma vida normal e raramente sofra lesões por convulsões, existem alguns pacientes, especialmente aqueles com convulsões tônicas clônicas, que podem precisar de cuidados especiais, como usar um capacete para proteger a cabeça durante as quedas ou evitar nadar ou tomar banho sem alguém presente para intervir (prevenir afogamento) se ocorrer uma convulsão.

Outras precauções durante atividades como dirigir, cuidar de crianças e participar de esportes devem ser seriamente consideradas, pois as convulsões podem comprometer a capacidade de um indivíduo de funcionar com segurança durante certas atividades.

Os pacientes que apresentam uma boa resposta à medicação apresentam muito menos complicações de epilepsia; entretanto, é uma boa ideia discutir com seu médico quais atividades você deve ser capaz de realizar com a medicação apropriada.

Precauções de segurança para epilepsia

Conforme declarado anteriormente, as precauções de segurança são essenciais para pessoas com epilepsia. Em maior risco estão os pacientes que perdem a consciência ou têm crises tônicas clônicas recorrentes.

Situações como natação, dirigir um carro, cuidar de crianças (especialmente cuidar de bebês e crianças pequenas) e participação em alguns esportes, como escalada em montanha ou rocha, asa delta ou outras atividades semelhantes, podem colocar o paciente e outras pessoas em risco por ferimentos ou morte.

Além disso, a maioria dos estados exige que uma pessoa com epilepsia esteja livre de crises por um certo tempo (por exemplo, seis meses) antes que o paciente possa dirigir um veículo.

Tratamento: Medicação

Os medicamentos anticonvulsivos são o tratamento mais comum usado para reduzir ou prevenir a atividade convulsiva. Seu médico provavelmente irá prescrever um ou mais medicamentos para tratar o tipo específico de convulsão que você tem. Seu médico pode precisar ajustar as doses e / ou o tipo de medicamento para encontrar o tratamento que é melhor para você.

Cerca de 70% dos pacientes com epilepsia não apresentam convulsões se tomarem os medicamentos regularmente. Para alguns pacientes, a medicação pode precisar durar a vida toda; os pacientes não devem parar de tomar o medicamento sem primeiro consultar o médico.

Tratamento para epilepsia: dieta cetogênica

Os pesquisadores descobriram que uma dieta cetogênica “clássica” pode reduzir ou eliminar as convulsões em algumas crianças e alguns adultos. A dieta é usada há cerca de 100 anos por pessoas com epilepsia. É uma dieta rica em gordura e pobre em carboidratos que ajuda o corpo a produzir cetonas.

Pessoas com níveis elevados de cetonas conseguem controlar melhor as convulsões. A dieta é rígida e geralmente é iniciada em um ambiente hospitalar. Tem se mostrado eficaz com algumas crianças que não respondem bem à medicação. Também pode ser usado em conjunto com medicamentos anticonvulsivantes em algumas pessoas.

Clique aqui e conheça produtos para emagrecer realmente eficazes.

VNS (estimulação do nervo vago)

VNS (estimulação do nervo vago) é uma técnica de tratamento projetada para prevenir convulsões, enviando pulsos leves e regulares de eletricidade ao cérebro, estimulando o nervo vago. A VNS é feita por meio do implante cirúrgico de um pequeno dispositivo como um marca-passo que estimula o nervo vago a enviar sinais ao cérebro. Esses sinais podem reduzir ou eliminar a atividade convulsiva e geralmente são colocados em pessoas que respondem mal à medicação convulsiva.

Cirurgia de epilepsia

Em alguns pacientes que apresentam convulsões parciais parciais ou complexas e não respondem à terapia médica, a cirurgia cerebral pode ser um tratamento alternativo. A cirurgia envolve a remoção de uma única pequena área do tecido cerebral responsável pela atividade convulsiva. Como alternativa, a cirurgia pode ser feita para remover tumores cerebrais que podem estar estimulando a atividade convulsiva.

Cão de apresetação

“Cão de apreensão” é um termo que se relaciona a várias atividades associadas a cães que respondem a ataques epilépticos. Alguns cães parecem sentir uma convulsão antes que ela comece, e a atividade do cão alerta o paciente e permite que ele se prepare para uma convulsão.

Outros cães são treinados para ativar sistemas de alarme para que as pessoas saibam que seu dono (paciente com convulsão) está tendo uma convulsão. Alguns cães são ensinados a deitar ao lado da pessoa que está tendo uma convulsão para protegê-los de lesões.

Pesquisas sobre epilepsia

A pesquisa sobre epilepsia está em andamento para fornecer novas terapias médicas para aumentar o número de pessoas que podem controlar totalmente as convulsões e reduzir os efeitos colaterais dos tratamentos. O Instituto Nacional de Saúde identifica quatro grandes iniciativas de pesquisa relacionadas à epilepsia:

  • Epilepsia 4000: Esta colaboração usa dados genéticos de 4.000 pessoas com epilepsia para identificar todos os componentes genéticos desta condição.
  • O Centro de Pesquisa SUDEP: Esta iniciativa busca entender a Morte Súbita Inexplicada na Epilepsia.
  • EpiBiosS4Rx: Este grupo de pesquisa procura maneiras de prevenir a epilepsia usando estudos em animais e humanos envolvendo lesão cerebral traumática e epilepsia pós-traumática.
  • Channelopathy-Associated Epilepsy Research Center: Esta iniciativa futura usará métodos de pesquisa sofisticados para compreender os componentes genéticos envolvidos na epilepsia associada à canalopatia.

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Diabetes: o que aumenta e diminui o nível de açúcar no sangue?

Inferior: cafeína

Existem muitas maneiras diferentes de o açúcar no sangue (níveis de glicose no sangue) ser afetado e causar problemas no controle do açúcar em pessoas com diabetes.

Cada pessoa reage de maneira diferente a uma variedade de coisas que influenciam o açúcar no sangue. Pessoas com diabetes devem estar cientes de certos compostos e atividades que influenciam os níveis de açúcar no sangue.

Um desses compostos é a cafeína. Os níveis de açúcar no sangue podem aumentar depois de beber café, chá preto e energia cafeinada por causa de seu conteúdo de cafeína.

Continue lendo para aprender mais compostos que podem alterar os níveis de glicose no sangue, junto com métodos que as pessoas com diabetes podem usar para ver quais substâncias e comportamentos influenciam seus próprios níveis de açúcar no sangue.

Inferior: alimentos sem açúcar

Vários alimentos afirmam ser “sem açúcar”. Mas esses alimentos ainda podem elevar os níveis de açúcar no sangue porque muitos contêm carboidratos na forma de amido ou fibra.

Os álcoois de açúcar, como o sorbitol e o xilitol, adicionam doçura aos alimentos, mas ainda podem ter carboidratos associados suficientes para elevar os níveis de açúcar no sangue.

Alimentos com altos níveis de carboidratos tendem a aumentar muito os níveis de açúcar no sangue e, eventualmente, níveis elevados de açúcar no sangue podem causar danos aos órgãos ao longo do tempo em pessoas com diabetes.

Inferior: comida chinesa

Alimentos ricos em gordura podem fazer com que o açúcar no sangue fique alto por mais tempo. Pizza, batata frita e a maioria dos alimentos fritos são ricos em carboidratos e gordura.

O mesmo acontece com muitos pratos favoritos da comida chinesa, como rolos de ovo e frango empanado encontrado no frango agridoce.

É uma boa ideia monitorar o açúcar no sangue cerca de duas horas depois de comer esses alimentos para ver como os níveis de açúcar no sangue são afetados.

Inferior: um forte resfriado

A desidratação pode elevar o açúcar no sangue, portanto, é aconselhável manter-se bem hidratado. Se você estiver doente, tiver diarreia e vômitos por mais de duas horas, ou uma doença prolongada que durou mais do que alguns dias, a doença pode alterar o açúcar no sangue.

Além disso, o açúcar no sangue aumenta à medida que o corpo tenta lutar contra qualquer tipo de doença. Medicamentos como antibióticos e descongestionantes podem alterar o açúcar no sangue.

Verifique seus níveis de açúcar no sangue durante essas situações especiais intermitentes para ajudar a determinar como seu corpo reagirá a essas doenças e tratamentos.

Inferior: Job Stress

O estresse pode fazer com que seu corpo libere hormônios que podem fazer o açúcar no sangue aumentar. Isso é mais comum em pessoas com diabetes tipo 2. Pratique técnicas de relaxamento com respiração profunda e exercícios, se puder, para reduzir o estresse.

Inferior: bagels

Os bagels são melhores do que o pão? Bem, os bagels são melhores para aumentar os níveis de açúcar no sangue do que o pão, porque eles são carregados de carboidratos e calorias. Se você precisa apenas de um bagel, escolha um mini bagel ou um bagel fino. Se você adora seu bagel matinal, tente encontrar alternativas saudáveis discutindo suas preferências alimentares com um profissional de saúde ou nutricionista.

Inferior: bebidas esportivas

Embora o objetivo principal das bebidas esportivas seja ajudar as pessoas a repor os líquidos rapidamente, muitas delas contêm muito açúcar. Para treinos moderados de menos de uma hora, água pura deve reabastecer seus líquidos.

Para treinos mais intensos, uma bebida esportiva pode ser apropriada, mas as pessoas com diabetes devem consultar seu médico para saber qual bebida esportiva é melhor para eles.

Inferior: frutas secas

Embora frutas sejam uma escolha saudável para a maioria de nós, as pessoas com diabetes devem estar cientes de que frutas secas contêm uma grande quantidade de carboidratos em uma porção pequena.

Por exemplo, duas colheres de sopa de passas secas, cranberries ou cerejas têm a mesma quantidade de carboidratos que um pequeno pedaço de fruta fresca.

Três tâmaras secas contêm 15 g de carboidratos, portanto, comer um ou dois frutos secos pode causar picos elevados nos níveis de glicose no sangue em muitas pessoas.

Inferior: esteróides e pílulas de água

Os esteróides, comumente usados para tratar erupções cutâneas, artrite, asma e outras condições médicas, podem fazer com que os níveis de açúcar no sangue aumentem.

Os corticosteroides, como a prednisona, podem desencadear o desenvolvimento de diabetes em pessoas com tendência ao diabetes.

Diuréticos (comprimidos de água) podem aumentar os níveis de açúcar no sangue, enquanto os antidepressivos podem aumentá-los ou diminuí-los. Se você precisa tomar esses medicamentos e tem diabetes, monitore cuidadosamente seus níveis de glicose no sangue para ver como esses medicamentos o afetam.

Inferior: medicamentos para resfriado

Os medicamentos para resfriados geralmente contêm os descongestionantes pseudoefedrina ou fenilefrina; eles também podem conter açúcar e / ou álcool. Esses componentes podem aumentar seus níveis de açúcar no sangue.

No entanto, os anti-histamínicos não causam problemas nos níveis de açúcar no sangue. Se você decidir comprar medicamentos para resfriado sem receita, pergunte ao farmacêutico sobre os possíveis efeitos que podem ter nos seus níveis de glicose no sangue.

Uma alimentação saudável controla sua diabetes enquanto lhe ajuda a emagrecer, assim como detox caps faz, limpando seu organismo de toxinas e oxidantes desnecessários enquanto diminui seu peso na balança.

E o melhor de tudo isso é que não existem efeitos colaterais, justamente por se tratar de um produto 100% natural.

Vale a pena conhecer o melhor entre os produtos para emagrecer do mercado!

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!