Como evitar acidentes causados pelo gás de cozinha?

Como evitar acidentes causados pelo gás de cozinha?

O fogão é provavelmente um dos eletrodomésticos mais úteis na cozinha, mas pode ser muito perigoso se não for cuidado.

 

Neste artigo, explicarei como evitar acidentes com gás de cozinha – tanto em empresas quanto em casa – e o que fazer em caso de vazamento ou explosão de gás.

 

O que você precisa saber sobre gás de cozinha

Fornos sujos e sem vigilância que são armazenados em ambientes fechados e sem ventilação apresentam maior risco de vazamentos.

 

O cheiro depois de um tempo se torna quase imperceptível, por isso pode levar muito tempo para uma pessoa perceber que está embriagada, podendo inalar uma grande quantidade, o que leva à morte.

 

Assim como o gás natural, o GLP é considerado perigoso e, portanto, deve ser manuseado adequadamente para evitar imprevistos. Quando usado corretamente, não produz fuligem, fumaça ou odor quando queimado, tornando o ambiente menos propenso a acidentes.

 

Por funcionar rapidamente e não aquecer o ambiente, o GLP acaba sendo conveniente para quem o utiliza, pois aquece um ambiente tanto quanto, por exemplo, a lenha ou o carvão, mas sem tanto trabalho. Por esse motivo, é usado em uma ampla variedade de campos, como:

 

  • Domesticado
  • Comercial
  • Industrial
  • Agrícola

 

Riscos associados

O GLP, ou gás de cozinha, tem um certo grau de perigo, assim como qualquer tipo de combustível. Os perigos mais comuns associados ao seu uso incluem explosões, incêndios e inalação de gases.

 

A fonte desses riscos geralmente é:

 

  • Má conexão da mangueira;
  • Cilindros danificados ou enferrujados, ou manutenção inadequada;
  • Armazenamento incorreto do cilindro, por exemplo, perto de fontes de calor.

 

Quando o gás não é queimado adequadamente ou é usado em ambientes fechados sem ventilação adequada, forma excesso de monóxido de carbono (CO), um gás incolor e inodoro que, quando inalado, se liga à hemoglobina no sangue.

 

Esse processo reduz a capacidade do sangue de transportar oxigênio, privando o corpo de oxigênio e envenenando todos na sala, incluindo os animais.

 

Alguns dos sintomas mais comuns causados ​​pelo envenenamento por monóxido de carbono são:

 

  • Fadiga e sonolência;
  • Respiração ofegante;
  • Dores de cabeça;
  • Náusea e dores no peito e no estômago;
  • Tontura;
  • Colapso e perda de consciência.

 

Manutenção e cuidados

Use eletrodomésticos e eletrodomésticos apenas para o uso pretendido: Nunca use o fogão ou o forno para qualquer outra coisa além de cozinhar, como aquecer sua casa ou secar roupas em um forno a gás.

 

Sempre guarde sua lata ou garrafa na vertical e certifique-se de ter pelo menos um extintor de incêndio em casa e no trabalho.

 

Você já tentou aquecer o forno, mas não funcionou? Desligue o suprimento de gás e deixe o ar escapar por pelo menos três minutos para permitir que o gás se dissipe antes de tentar reacender.

 

Evite explosões: 3 dicas que podem salvar sua vida

Acredite ou não, as explosões de gás acontecem com mais frequência do que vemos nos noticiários. Então, o que você deve fazer se ouvir um assobio ou o cheiro de gás em sua casa ou local de trabalho?

 

  • Desligue a mangueira ou o fornecimento de gás imediatamente;
  • Abra todas as portas e janelas da sala para que seja ventilada;
  • Ligue para o corpo de bombeiros o mais rápido possível para verificar.

 

Trabalhar com segurança

Garantir a segurança dos trabalhadores no local de trabalho requer algumas medidas necessárias, tais como:

 

  • Aquisição e instalação de equipamentos de gás de um fornecedor registrado e de acordo com as instruções do fabricante;
  • Manter registros detalhados de qualquer trabalho de manutenção realizado em tubulações e dispositivos;
  • Garanta ventilação e fluxo de ar adequados e verifique regularmente as conexões de gás.

 

É extremamente importante que os trabalhadores participem do protocolo de segurança fazendo sugestões e levantando questões relevantes.

 

Procedimentos de emergência

  • Quando sentir cheiro de gás, não tente acender o fogão para ver se há vazamento;
  • Não ligue ou desligue interruptores de luz;
  • Feche a válvula do cilindro, leve-o para fora se possível e espere a chegada dos bombeiros.

 

Em caso de incêndio

Em primeiro lugar, não entre em pânico! Tente conter o fogo com um extintor, mas se você não tiver um extintor ao alcance, use uma toalha úmida para apagar as chamas.

 

Ligue para o corpo de bombeiros e avise que houve um incidente com gás de cozinha. Abra as portas e janelas, deixe arejar e saia imediatamente.

 

Outras dicas gerais de segurança na cozinha

Tenha muito cuidado ao cozinhar com óleo ou gordura, pois eles podem inflamar quando aquecidos a altas temperaturas, e mantenha sempre seu fogão limpo.

Como evitar acidentes causados pelo gás de cozinha?

Nunca use água para extinguir incêndios causados ​​por gorduras ou óleos. A água pode fazer com que um incêndio se espalhe rapidamente e cause queimaduras terríveis.

 

Ao cozinhar, fique de olho na chama do fogão para que ela não se apague e o gás escape despercebido.

 

Legislação

O Brasil não possui leis federais sobre o uso de botijões de gás ou botijões de GLP, mas existem normas técnicas que testam e regulamentam as instalações e mecanismos de segurança.

 

Em 2007, a ABNT criou a norma NBR 15526, revisada em 2016, que estabelece os requisitos básicos para a implantação de projetos de canais internos de distribuição de gás, tanto em empreendimentos quanto em edifícios residenciais abastecidos por posto de gasolina ou gás dutoviário.

 

Quando se trata de leis estaduais ou municipais, pode-se dizer que certas partes do país possuem leis específicas sobre onde armazenar os cilindros, portanto, verifique se o seu estado ou município possui leis específicas sobre o assunto.

 

Continue lendo nosso site!