Como os alimentos conseguem fortalecer os ossos e dentes?

Uma alimentação balanceada pode contribuir muito com o desenvolvimento e fortalecimento de todo o corpo, especialmente dos ossos, o que resulta também na capacidade de fortalecer os dentes.

Essas estruturas, por sua vez, desempenham funções importantes para o funcionamento do organismo. 

No caso dos ossos, por exemplo, exercem a sustentação, proteção dos órgãos internos, entre outros atributos igualmente importantes, sendo responsáveis pelo armazenamento e distribuição de minerais como o fósforo e o cálcio, que se tornam fundamentais para fortalecer os dentes.

Já a dentição, se mostra importante para a trituração dos alimentos, favorecendo a nutrição do corpo. Do mesmo modo, eles agem como uma barreira para o acesso ao corpo.

Ao contrário do que muitos acreditam, os dentes não são ossos, mas eles possuem uma composição bastante similar. 

A principal diferença entre os ossos e dentes é, entre outros, a produção sanguínea que acontece na parte interior dos ossos, em uma região conhecida como medula óssea. 

Ainda que a polpa dos dentes se assemelhe à parte interna dos ossos, ela não produz – diretamente – esse tipo de células sanguíneas. Contudo, a fortificação óssea pode beneficiar diretamente a saúde bucal.

Alimentação saudável para dentes e ossos fortes

Por se tratar de estruturas muito similares, o cuidado alimentar dedicado aos ossos pode beneficiar diretamente a tonificação dos dentes. 

Por exemplo, uma nutrição rica em cálcio é de extrema importância para a formação dos alicerces e manutenção óssea. 

Já os dentes, que são formados por um tecido conhecido como dentina, são bastante privilegiados pelo consumo do mineral, pois esta é uma área demasiadamente calcificada. 

Desta forma a ingestão adequada de alimentos específicos podem auxiliar na saúde de ambas as estruturas.

Além disso, o consumo de alimentos ricos em vitamina D são muito importantes para o auxílio de uma maior assimilação do cálcio pelo intestino e pelos tecidos mencionados, bem como pode auxiliar no processo com tratamento de aparelho transparente.

A vitamina D deve ser suplementada quando há o baixo índice no sangue, detectado por meio do exame, ou quando existe alguma deficiência na absorção do cálcio, causada por problemas na tireoide ou devido ao consumo de medicamentos corticoides, visto que são essenciais para o organismo como um todo.

O fósforo é encontrado nas membranas celulares de todo o corpo, realizando diversas tarefas diferentes. Ele auxilia na estruturação óssea e nos dentes, dando a eles a rigidez necessária.

Na verdade, o fósforo e o flúor são os principais minerais encontrados no esmalte dentário, sendo a parte mais superficial do dente e é conhecida por ser uma das regiões mais rígidas de todo o corpo.

Onde encontrar as vitaminas e minerais necessários

Se engana quem acredita que só é possível encontrar a suplementação deste tipo de vitaminas e minerais em medicamentos. 

Isso porque, a principal fonte destes nutrientes é encontrada na alimentação. Inclusive, a sua ingestão em quantidades adequadas pode auxiliar não apenas na saúde dos dentes, mas também na prevenção de doenças como:

  • Osteoporose;
  • Sarcopenia;
  • Raquitismo;
  • Problemas cardíacos;
  • Infertilidade;
  • Fraqueza nos ossos.

Alimentos como o brócolis, couve, espinafre e demais folhas escuras são ricos em cálcio e fósforo. 

Com isso, elas fortalecem a estrutura, auxiliam na prevenção de osteoporose, além de realizar a limpeza natural dos dentes e aumentar o fluxo salivar – o que é benéfico, pois dificulta a proliferação de bactérias causadoras de cáries.

Já os queijos e os demais laticínios são ricos em cálcio e caseína, responsáveis por reparar o esmalte dentário e neutralizar o ph da boca, deixando-a menos ácida e – consecutivamente – menos propensa à deterioração dos dentes.

A principal fonte alimentar de vitamina D são os peixes mais gordurosos e os cogumelos. 

No entanto, a quantidade do nutriente encontrado nesses pratos é muito baixa e o suplemento por meio de medicação pode causar seu excesso no organismo.

Essa vitamina é produzida naturalmente pelo corpo quando entramos em contato com o sol e não existe o risco da produção em demasia, neste caso. Sendo assim, a melhor fonte de vitamina D é o sol.

A alimentação também pode auxiliar com a aparência bucal. Frutas, como o morango fresco, são ricas em ácido málico e vitamina C. 

Essas vitaminas auxiliam no processo natural de clareamento dental e no combate ao acúmulo da placa bacteriana, preservando a estrutura dental de modo geral e manutencionando os procedimentos realizados com profissionais.

Procedimentos odontológicos favorecidos pela alimentação

Uma nutrição apropriada e balanceada pode auxiliar na realização de procedimentos odontológicos e na recuperação do paciente de diferentes maneiras. O ideal é que se tenha um plano odontológico de qualidade. 

 

Após a aplicação do implante dentário, por exemplo, alguns nutrientes podem ser essenciais para uma melhor adesão e recuperação.

Para se ter uma ideia, pacientes com problemas ósseos como a osteoporose podem realizar o implante normalmente, mas o procedimento pode ser dificultado uma vez que a prótese tem que ser fixada no osso do maxilar. 

Desta forma o dentista deverá realizar a colocação de forma diferenciada e a condição dos ossos deverá ser avaliada, já que pode retardar a recuperação pós-tratamento.

Evitar alimentos industrializados e processados, principalmente doces, também pode ter um impacto positivo quando o paciente faz uso do aparelho ortodôntico

Isso porque esse tipo de alimento pode aumentar a propensão ao desenvolvimento de cáries e demais inflamações quando a limpeza do dente já está naturalmente dificultada. 

Além disso, é possível diminuir o risco de quebra, o que poderia atrasar a conclusão do tratamento e o resultado obtido.

Por fim, o alto consumo de bebidas pigmentadas como o café e refrigerantes pode afetar a porcelana utilizada em procedimentos como o da lente de contato dental, por isso é necessário atenção em relação à frequência e a forma de realizar a higiene. 

Assim, mostra-se fundamental aliar uma refeição balanceada com os procedimentos médicos e hábitos adequados, o que inclui a higienização e até as consultas de rotina.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.