Especialistas acham que a vitamina D pode aliviar os sintomas da DPOC

Um estudo mostra que a vitamina D trás benefícios que muitas pessoas desconhecem. A incrível vitamina pode aliviar os sintomas da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), mas apenas em pessoas que também são deficientes em vitamina.

A DPOC é um termo genérico usado para descrever doenças pulmonares progressivas que causam sintomas como aumento da falta de ar, tosse frequente, chiado e aperto no peito. Incluindo também a enfisema, bronquite crônica e asma não reversível.

Benefício da Vitamina D

O estudo, que foi publicado recentemente na revista Thorax, é uma revisão sistemática e meta-análise sobre ensaios clínicos randomizados (ECR) de vitamina D na prevenção do agravamento da DPOC. Quatro RCTs com um total de 560 participantes foram incluídos no estudo.

Realizado por uma equipe de pesquisadores da Europa, o estudo revelou que a suplementação com doses regulares de vitamina D reduziu de forma significativa e significativa os sintomas da DPOC. Você pode obter essa vitamina em forma de suplemento e em alimentos que são naturalmente ricos em vitamina D, como peixes gordurosos como o salmão, atum, cavala, fígado bovino, queijo, cogumelos e gema de ovo.

O Dr. Adrian Martineau, professor clínico da Universidade de Londres e co-autor do estudo, explicou que a vitamina D reduz os sintomas da DPOC de duas maneiras. Em primeiro lugar, aumenta a resposta imunitária do organismo aos vírus respiratórios que normalmente desencadeiam ataques da DPOC.

Em segundo lugar, enfraquece as respostas inflamatórias prejudiciais. Como resultado, acelera a recuperação – potencialmente minimizando os danos à estrutura do pulmão.

Níveis anormais de vitamina D têm sido associados a doenças respiratórias e redução da função pulmonar. A vitamina D é benéfica para as pessoas com DPOC, porque elas também estão em risco aumentado de osteoporose, e a vitamina D, junto com o cálcio, pode ajudar com isso.

O estudo também descobriu que os efeitos benéficos da vitamina D só têm efeito em pessoas com DPOC que também são deficientes em vitamina. As pessoas com sobrepeso ou obesas, que não consomem muito peixe ou laticínios, vivem no clima do norte, ficam em ambientes fechados ou têm pele escura – assim como adultos mais velhos – tendem a ter níveis mais baixos de vitamina D.

Tomar vitamina D sem deficiência da mesma é inútil, alertaram os cientistas. Existem também fatores de risco associados à ingestão excessiva de vitamina D. Pode não ser comum, mas a toxicidade da vitamina D pode aumentar os níveis de cálcio e causar efeitos adversos nos ossos, músculos e rins.

Outros tratamentos naturais para a DPOC

vitamina d
vitamina d

Além da vitamina D, também existem outras vitaminas que são benéficas para a DPOC. As vitaminas C, A e E podem ajudar as pessoas com DPOC a controlar seus sintomas, aliviar a inflamação e prevenir danos respiratórios graves. Estas vitaminas podem simplesmente ser obtidas através de alimentos. Você pode obter vitamina C diretamente de frutas cítricas, como laranjas, vegetais verdes escuros, como couve, frutas e tomates. Já o salmão, a cenoura, o melão, a abóbora e o brócolis fornecem vitamina A. Para obter naturalmente a vitamina E coma carne, frango, ovos, frutas e vegetais em geral.

Comer alimentos ricos em antioxidantes, como maçãs, bagas, corações de alcachofra, chá verde e gengibre também pode ajudar. Isso ocorre porque os antioxidantes protegem contra os radicais livres que danificam as células. Eles ajudam a reduzir o estresse oxidativo – que tem sido associado à inflamação das vias aéreas dos pulmões – e promovem melhor função pulmonar. Ingerir ervas como hortelã-pimenta, açafrão, sálvia vermelha e orégano também pode ser útil. Realizar exercícios leves como o tai chi, fazer exercícios à base de água, como nadar e andar na água, e praticar exercícios respiratórios também podem ajudar a melhorar os sintomas da DPOC.

 

Imagem: NPR Illinois