Saiba a importância de uma alimentação saudável para os seus dentes

Ter uma alimentação saudável vai além de comer apenas verduras e legumes ou seguir dietas restritivas, o que pode parecer extremo para muitos, mas diz respeito a oferecer ao organismo todos os nutrientes necessários para seu funcionamento, isso inclui variedade, qualidade e equilíbrio. 

Assim, é preciso ingerir durante o dia porções adequadas de proteínas, gorduras, carboidratos e fibras para garantir um funcionamento ideal do corpo, a resistência para o combate a vírus e bactérias, bem como a disposição durante a rotina. 

Isso significa, inclusive, que desde que consumidos com responsabilidade e consciência, mesmo aqueles produtos tidos como prejudiciais podem ser incluídos de alguma forma na dieta.

Na prática, uma alimentação saudável e rica em nutrientes previne e auxilia no controle de diversas doenças, como diabetes, obesidade e hipertensão, favorecendo um estilo de vida com muito mais qualidade e segurança.

Em contrapartida, alguns hábitos rotineiros podem ser vistos como grandes vilões para a saúde e, entre eles, está a má alimentação. 

A constante correria do dia a dia faz com que as pessoas busquem por alimentos práticos, enlatados e fast foods, colaborando cada vez mais com uma alimentação ruim e desregrada, o que impacta diretamente na saúde e disposição diária, facilitando – por exemplo – inflamações.

Além disso, existem outros fatores que contribuem para a má alimentação e, consequentemente, com o impacto na saúde e manifestação de diferentes quadros de saúde, como:

  • Uso excessivo de sal e açúcar;
  • Beber pouca água;
  • Não comer frutas, verduras e legumes;
  • Ficar muito tempo sem se alimentar.

Quais alimentos ajudam na saúde dos dentes?

Pensando nos inúmeros benefícios de uma alimentação saudável para o corpo, vale lembrar que esse equilíbrio também reflete na saúde e no cuidado dos nossos dentes e do sorriso. 

Assim, conhecer quais são os produtos que devem compor o cardápio diário se mostra essencial para a qualidade de vida e para facilitar sua inclusão nas refeições, proporcionando diferentes benefícios para o corpo.

Afinal, assim como alguns alimentos doces e refrigerantes podem contribuir para cárie e manchas, alguns são capazes de beneficiar seu sorriso, além de promover um clareamento dental de forma natural. Entenda:

Queijo

Comer queijo eleva o pH da boca, reduzindo o risco de cárie. Por ser um derivado do leite, esse produto apresenta um índice considerável de cálcio, proteínas e nutrientes que fortalecem o esmalte dos dentes, reduzindo os riscos de doenças.

Iogurte

Também rico em cálcio e proteína, ele fortalece o esmalte dos dentes e a gengiva, além de auxiliar na manutenção das bactérias boas presentes na flora por conta dos probióticos.

Folhas verdes

Ricas em vitaminas e minerais, as folhas verdes possuem vitamina B, melhorando a qualidade da gengiva de mulheres grávidas, assim como nos demais pacientes, evitando problemas futuros como a perda dentária.

Nesses casos, já existe um procedimento de qualidade para a reposição, consistindo na colocação de um implante dentário seguido da peça que representará o dente. No entanto, a prevenção ainda é a melhor forma de cuidado e de manutenção da saúde bucal.

Maçã

A maçã é rica em fibra e água, por conta disso sua textura estimula o fortalecimento da gengiva, além de ajudar a limpar os dentes após as refeições. 

Cenoura

Assim como a maçã, as cenouras estimulam a produção de saliva, evitando as cáries e regulando o pH da mucosa, além de serem ricas em vitamina A e fibra. 

Amêndoas

As amêndoas possuem baixo teor de açúcar e são excelentes fontes de cálcio e proteína, fortalecendo o esmalte dos dentes e evitando cáries. Além, é claro, de manter uma dieta equilibrada e um sorriso saudável. 

As oleaginosas são excelentes alimentos, contribuindo com o funcionamento de todo o corpo, ao passo que fortalece a estrutura dental e também promove sua higienização natural.

Vale lembrar que, além de uma alimentação saudável, a consulta frequente ao dentista é fundamental para evitar problemas odontológicos futuros. Afinal, além de preservar a cavidade, é possível reparar a estrutura e até realizar processos estéticos para melhorar ainda mais a beleza e saúde do sorriso. 

Exemplo disso é o desalinhamento dos dentes, fator comum na população devido a fatores genéticos e/ou maus hábitos durante a fase de desenvolvimento da arcada.

Esse problema pode ser identificado facilmente na consulta com o profissional e pode ser corrigido por meio do uso de um aparelho dental invisivel, o que também reduz o impacto do tratamento. 

Outra questão que também pode ser resolvida com a regularidade das consultas com um dentista são as pequenas falhas ou imperfeições nos dentes, como posições irregulares mais sutis da arcada dentária, manchas, desgastes, pequenos desalinhamentos ou pequenos espaços entre um dente e outro. 

Nesse caso, de modo a melhorar o dimensionamento e coloração da estrutura, os problemas podem ser resolvidos com a ajuda da lente de contato dental, que também pode ser indicada pelo profissional ou devido ao interesse manifestado pelo paciente para otimizar o sorriso. 

Em ambos os casos, uma alimentação correta também se mostra fundamental para preservar as estruturas, podendo demandar adequações no cardápio conforme as orientações do profissional.

Como manter uma alimentação saudável?

Sendo assim, para manter uma alimentação saudável, é preciso primeiramente mudar hábitos e crenças, substituindo alimentos que fazem mal por produtos mais naturais.

Além disso, é importante, para ainda mais qualidade de vida, adicionar exercícios físicos à sua rotina para um maior bem-estar geral. 

Algumas atividades devem ser inseridas para iniciar a mudança de forma saudável, como a adequação e regularidade das refeições, sendo o ideal ao menos três refeições completas ao dia, sendo elas o café da manhã, almoço e jantar. 

Posteriormente, dois lanches podem ser incluídos entre essas refeições e, nesse caso, é preciso priorizar produtos como frutas e alimentos naturais, incluindo verduras, legumes e frutas em todas as refeições, além de evitar o excesso de carboidrato e gorduras. 

 É preciso evitar também o consumo excessivo de refrigerantes, doces, sucos industrializados, bolos e biscoitos recheados, porque além de fazerem mal para o corpo, prejudicam também os dentes, como dito anteriormente, promovendo cáries e erosões.

  A quantidade de sal e açúcar nos alimentos também deve ser observada rigorosamente, além de diminuir o consumo de produtos embutidos e enlatados como salsicha, molhos, temperos prontos e presunto.

 É preciso atentar-se também ao consumo de pelo menos dois litros de água por dia, evitando a ingestão durante as refeições.

A higienização também deve ser mantida com regularidade, adequando os processos e produtos utilizados no caso de pacientes com  aparelho invisivel

Para isso, as orientações profissionais devem ser buscadas para identificação dos produtos complementares à rotina de limpeza.

Por fim, além da prática de atividade física por pelo menos 30 minutos todos os dias, indica-se a suspensão e/ou redução do uso de bebidas alcoólicas e cigarro. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.